Terreiros de Salvador (BA) debatem propostas com candidatos a prefeito e vereador

Reforçando laços-para papel
Os políticos e aspirantes de Salvador (BA) foram convidados a participar de um debate onde as principais perguntas serão feitas por representantes de cerca de 50 terreiros da cidade. Entre estes, não só mães e pais de santo experientes, mas também jovens candomblecistas cheios de ideias novas. Todos pensando numa cidade em que o papel das instituições públicas seja justamente garantir a pluralidade – inclusive religiosa.

O evento acontece no Grande Hotel da Barra, começando às 9h. Deste horário até as 12h quem vai responder são os candidatos à prefeitura municipal. A partir das 14h até as 17h é a vez dos candidatos ao cargo de vereador. Eles devem tratar de assuntos como legislação e tributação sobre as casas afro-religiosas; questões a respeito da participação e controle social nos temas que influenciam diretamente o dia a dia das comunidades de terreiro; sobre medidas para a redução das desigualdades de raça e gênero na capital; e do compromisso dos órgãos municipais com a efetivação do Estatuto da Igualdade Racial e Combate à Intolerância Religiosa da Bahia.

Participam prioritariamente políticos e que já tenham mostrado compromisso com ou interesse na defesa dos direitos do povo de terreiro. A ideia é que independentemente das promessas e do resultado do debate, todos os candidatos saiam de lá assinando uma carta compromisso, elaborada por representantes dos terreiros, com suas principais reivindicações no que se referir à municipalidade.

A maior preocupação dos terreiros é com a intolerância. Mesmo a identificação histórica com as religiões de matriz africana não impede que em Salvador, o legislativo municipal venha sendo palco de importantes embates pela garantia da liberdade religiosa. Em 2013, por exemplo, foi um vereador, Marcell Moraes (PV), que propôs a lei que proibia sacrifícios de animais em rituais. O episódio gerou muita discussão e mobilização por parte das comunidades de terreiro da cidade para garantir seu direito de culto previsto na constituição.

Quer participar? Inscrições em http://bit.ly/2bYmPOE 
Onde? Grande Hotel da Barra – Rua do Forte de São Diogo, 02, Barra, Salvador
Quem Realiza? KOINONIA Presença Ecumênica e Serviço
Quem apoia? Pão Para o Mundo, Fundação Heinrich Böll, Brasil, Church World Service Ajuda da Igreja Norueguesa
Mais informações: comunica@koinonia.org.br