Seminário Religião & Violência contra a Mulher

convite chamamento
A Rede Religiosa de Proteção à Mulher Vítima de Violência acredita e aposta no potencial das comunidades religiosas como espaços de acolhimento, informação e prevenção quando falamos de violência contra a mulher. Para isso, propõe discutir relações de gênero com lideranças religiosas de diferentes tradições para que estas incidam nas políticas públicas.

Segundo o IBGE, mais de 5 milhões de mulheres seguem alguma tradição religiosa e estas, ao sofrerem algum tipo de violência, têm medo da culpabilização por parte das comunidades religiosas ou não se sentem confortáveis para se abrirem sobre o ocorrido, talvez por causa do discurso machista e patriarcal deferido pelos líderes religiosos.

Assim, acreditamos que além de um espaço de referência no combate à violência, as comunidades religiosas, os líderes religiosos e os/as fiéis serão motivados a participar e compor a Rede Religiosa de Proteção à Mulher Vítima de Violência.

Para tanto, a Rede convida as comunidades religiosas de diferentes tradições a participarem do Seminário Religião & Violência contra a Mulher para se apropriarem de conhecimento e promoverem ações de incidência nas políticas públicas previstas na legislação brasileira, além de estabelecer um canal de apoio, acolhida e orientação.

O Seminário Religião & Violência contra a Mulher acontece nos dias 21 e 22 de novembro, no Dan Inn Hotel localizado na Av. Cásper Líbero, 115, São Paulo – SP. Na sexta-feira (21), o evento começa às 18h, e no dia seguinte, o seminário vai das 9h às 17h. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas no endereço: http://bit.ly/seminarioreligiaoeviolencia

O Seminário Religião & Violência contra a Mulher é uma realização de KOINONIA Presença Ecumênica e Serviço, em parceria com Igreja Episcopal Anglicana do Brasil, Paróquia Anglicana da Santíssima Trindade, Conselho Latino-Americano de Igrejas, Fundo de População das Nações Unidas, Christian Aid, Rede Ecumênica da Juventude e Rede Nacional de Religiões Afro-Brasileiras e Saúde.