Secretário-Geral do CMI, Olav Fykse Tveit, visita o Brasil

Com parte de um longo roteiro que inclui também Argentina, Chile e Colômbia, o Brasil receberá, de 1 a 3 de setembro, a visita do secretário-geral do Conselho Mundial de Igrejas (CMI), Rev Dr. Olav Fykse Tveit.  A visita ao Brasil insere-se na Peregrinação por Justiça e Paz, um chamado realizado pela XX Assembleia do CMI, ocorrida em 2013, na Coréia do Sul. Olav estará acompanhado da presidenta do CMI para América Latina, reverenda Glória Ulloa, e do correspondente do CMI para a América Latina, Marcelo Schneider. A visita inclui encontros com igrejas, parceiros ecumênicos locais, organizações da sociedade civil e esferas governamentais e diplomáticas.
 
Na capital federal, além da delegação do CMI reunir-se com líderes de suas igrejas-membro no país, visitará a sede do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (Conic) e encontrará as lideranças da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Também estamos aguardando a confirmação de uma possível audiência com a Presidência da República e com a Secretaria de Direitos Humanos.
 
Na pauta dessas reuniões, entre outros assuntos, estão: o papel das igrejas na promoção do respeito às diferentes religiões e a importância das Igrejas contribuírem para o fortalecimento da democracia participativa que leve à redução da desigualdade. Tema importante também será o da justiça ambiental, com destaque para a atuação do CMI na Conferência do Clima que acontecerá em Paris no período de 30 de novembro a 11 de dezembro desse ano.  
 
No dia 1 de setembro, às 20h, acontecerá a Celebração Ecumênica na Catedral Metropolitana de Brasília, com a participação da delegação do CMI. O tema da celebração será: Casa comum, nossa responsabilidade.
 
Confira a agenda da Peregrinação por Justiça e Paz no Brasil:
 
Dia 1 de setembro: 
9h: Reunião entre igrejas e organizações parceiras do Conic 
Local: Sede do Conic – SCS Qd 01 – Sala 713
Temas: atuações do CMI nos processos de diálogo no Oriente Médio (Palestina e Israel, Siria, Iraque, Libano), Colômbia, COP 21 (justiça climática). Aprofundamento dos processos democráticos no Brasil com respeito às diversidades religiosas.
 
11h: Coletiva de imprensa:
Local: Sede Conic
Temas: Iniciativas do CMI na intermediação de diálogo nos conflitos do Oriente Médio e na mesa de Paz na Colômbia e tolerância religiosa como valor democrático.
 
14h: Reunião com presidências das Igrejas-membro do CMI
Local: Templo da Igreja Metodista da Asa Sul – SGAS, Qd 610 – Bloco A – Módulo 68 – L2 Sul – Brasília – DF.
 
20h: Celebração Ecumênica
Local: Catedral Metropolitana de Brasília.
Tema: Casa Comum, Nossa responsabilidade – “Quero ver o direito brotar como fonte e correr a justiça qual riacho que não seca” (Am 5.24).
 
Dia 2 de setembro: 
10h: Audiência entre CMI e Presidência e Secretaria Geral da CNBB 
Local: CNBB
 
20h: Estudo bíblico na sede da Igreja Presbiteriana Unida de Brasília
Local: SHIN QL 07 s/n lt A, Lago Norte
 
Com sede administrativa em Genebra, o CMI é a maior e mais representativa das muitas expressões organizadas do movimento ecumênico moderno, cujo objetivo é a unidade dos cristãos e das cristãs. O CMI agrega 345 igrejas, denominações e comunidades de igrejas de 110 países, representando mais de 560 milhões de cristãos e cristãs, entre os quais a maioria das igrejas ortodoxas, muitas igrejas anglicanas, batistas, luteranas, metodistas e reformadas, assim como muitas igrejas unidas e independentes. www.oikoumene.org 
 
No Brasil, mais especificamente, o CMI financiou o projeto “Brasil: Nunca Mais!”, que salvaguardou milhares de registros dos abusos cometidos contra cidadãos e cidadãs brasileiras durante a ditadura. Em 2011, em ato solene realizado em São Paulo, o secretário geral do CMI, Rev. Dr. Olav Fykse Tveit, entregou ao então Procurador Geral da República, Dr. Roberto Gurgel, milhares de copias dos documentos deste projeto que estavam conservados nos arquivos do CMI, em Genebra, Suíça, a fim de que este material viesse a compor o “Brasil: Nunca Mais! Digit@l”, plataforma que disponibiliza amplo acesso virtual a toda documentação ligada a este tema. 
 
Para mais informações, fale com o Conic: 
Telefone: (61) 3321-4034.
E-mail: conic@conic.org.br
Assessoria de imprensa da delegação do CMI:
Marcelo Schneider