Mercado de Artesanato de Camamu, na Bahia, recebe a III Feira Agroecológica de Mulheres do Baixo Sul Contra Violência

A terceira edição da Feira Agroecológica de Mulheres do Baixo Sul Contra Violência tomou conta do Mercado de Artesanato de Camamu no dia 22 de agosto. Trabalhadoras rurais de diferentes faixas etárias, representantes de comunidades da região, estiveram presentes e levaram seus produtos agrícolas e artesanais, recheando o local com cores, sabores e saberes.

Durante o dia, cada uma das comunidades presentes animou o evento com apresentações culturais. Além disso, o público pode participar do debate que teve como pauta o enfrentamento a violência doméstica e familiar. O espaço de discussão foi aberto às representantes das comunidades, bem como a organizações como sindicatos locais, Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), Secretaria Estadual de Políticas para as Mulheres (SPM/BA) e Centros de Atenção Psicossocial (CAPS).

As atividades do dia foram encerradas pela oficina de produção de cartazes, que envolveu as produtoras rurais participantes da feira. Cada comunidade pode escrever sua mensagem voltada ao protagonismo feminino e ao combate à violência contra a mulher. Todo o material foi levado pela cidade durante a “Caminhada e Vigília Contra a Violência”. A ideia foi homenagear uma mulher assassinada brutalmente em Camamu e atentar toda a população para o problema enfrentado por muitas mulheres.

O evento foi realizado pela Articulação de Mulheres do Baixo Sul, com o apoio de KOINONIA, Coordenadoria Ecumênica de Serviço (Cese), Serviço de Assessoria a Organizações Populares Rurais (Sasop), Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais e a Escola Agrícola Comunitária Margarida Alves (EACMA).

Confira as fotos da III Feira Agroecológica de Mulheres do Baixo Sul Contra Violência.