Mensagem de Natal

Zwinglio M Dias com edição de Manoela Vianna

Em tempos confusos, ameaçadores, marcados mais por mentiras e violências de toda sorte, possa a luz da tradição natalina iluminar mentes e corações e assim nos permitir perceber a presença dos muitos presépios que fazem parte de nosso dia-a-dia e que geralmente não somos capazes nem de ver e, muito menos, de celebrar!
 
Solidariamente saudamos a todos os leitores/as, colaboradores/as e companheiros/as de “KOINONIA – Presença Ecumênica e Serviço” com alguns versos de um longo poema do poeta mexicano Leopoldo Cervantes-Ortiz. Possam suas palavras serem, ao mesmo tempo, um bálsamo e um acicate a nos fortalecerem para as lutas que virão para uma outra vida possível… 
 
 Um Deus nasce!
                                    Leopoldo Cervantes-Ortiz
 
“Um  Deus nasce às margens da história,
é o mesmo do pacto antigo e certo
de um espaço remoto
vem para viver entre homens e mulheres
impuros/ inocentes/ criminosos.
 
Vem e ganha nome como todo humano,
assume o peso acumulado
de leis/ regulamentos/ tradições
não teme que lhe absorva o tempo ignaro
nem o barro onde pisa cada dia.
Uma paixão o trás até este mundo,
sempre  por ele amado.
 
…………………………………………………….
 
O amor lhe precede/ anúncio e sonho:
a mulher que o embala
não se entrega à ruína
de saber que seu povo é dominado:
ela sonha também com esperanças
com a ânsia de ver um mundo novo
redescobre as asas do profeta
e relança sua fé ao aberto.
 
O povo o rodeia quando nasce
e o olha cético e cansado:
já não sabe esperar com esperança,
a morte toma conta dos caminhos
impérios rondam e perseguem
as ânsias libertárias.
 
Deus, certamente,
é uma criança como todas,
solidão e abandono são seu berço
enfrenta já a mão ensanguentada
em seu leito fugaz: exílio e ódio
são poderes que ignoram a ternura
pois a perderam envolvidos em seus planos cotidianos
de força e mentira.
 
Um Deus nos nasce que sonha e que aborrece
o mal com sua presença pressurosa,
nasce um humilde dom no presépio
com cada humano  em mente
com cada vida sendo um desafio
para iluminar o ser 
com essa luz agônica mas certa
com uma luminosidade urgente e viva
que vence as trevas e submete
com cantos de furor tanta negrura.
 
…………………………………………………………
 
Esta noite passou/  seguiu-se a história
de salvação/ em plena luta
seguiram os caminhos do presépio
até um madeiro ignominioso e feroz:
esse Deus que chegou para ficar
no meio da vida/
é o mesmo que diariamente nasce e morre
nas dobras do tempo enquanto ama
e se oferece a si mesmo para sempre.”
 
                                                                                   
 (Tradução: Zwinglio M. Dias)
 
Foto: Equipe de KOINONIA veste a camisa da campanha O Amor lança fora todo medo. A Campanha é contra todas as formas de intolerâncias e principalmente uma ação contra a homofobia. Pretendemos promover a defesa dos direitos humanos, a redução dos índices de discriminação, a equidade de gênero;  a adesão ao tratamento ambulatorial e ao teste de HIV.
 
 
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.