KOINONIA se mantém solidária a todas no Dia Internacional da Mulher

Manoela Vianna, Andréa Carvalho e Clarisse Braga

Nós de KOINONIA – Presença Ecumênica e Serviço estamos junto às mulheres na luta pela garantia de seus direitos. Queremos um mundo livre de violência contra a mulher, de discriminação e de relações de poder baseadas no sexo. Queremos a garantia de direitos reprodutivos, o combate ao racimo e a todas as formas de intolerância, bem como a liberdade do direito de decidir das mulheres.

Estamos junto(a)s às mulheres religiosas, às quilombolas, às trabalhadoras rurais e às jovens por um mundo transformado. Assim, contribuímos nos processos de capacitação de lideranças mulheres, na produção de conhecimento sobre o tema gênero e estamos na campanha Amor lança fora todo medo contra todas as intolerâncias.

Vozes que nos guiam:
Leia abaixo depoimento de algumas mulheres parceiras das nossas ações:

Raquel Lima Catalani- 26 anos, estudante, agente de promoção da vida, formada no curso Fé + Alegria de KOINONIA


Dia 8 de março não é o dia da valorização da beleza de nós mulheres, não é o dia do reconhecimento da importância que nós temos na vida dos homens, não é o dia de ganharmos flores e escutarmos que somos especiais para eles. Tudo isso é comemoração de um machismo atenuado e é o que o dia das mulheres não representa! O Dia Internacional da Mulher representa para mim a comemoração por uma história (ainda recente) de lutas e conquistas das mulheres de todo o mundo. É mais um dia de visibilidade para uma luta diária de nós, diferentes mulheres, pela autonomia de nossas vidas e de nossos corpos. Porque o que as mulheres precisam é de respeito, igualdade e liberdade!

 

Ivone Bernardo – representante da Associação das Comunidades Remanescentes de Quilombos do estado do Rio de Janeiro (ACQUILERJ)
É um dia muito importante para as mulheres porque é uma conquista nossa. Também é um dia de reflexão, atualmente as mulheres estão em vários espaços na sociedade, mas precisamos de mais mulheres no espaço político.

 

Silvia Regina Vieira Gonçalves – 51 anos, psicóloga, agente de promoção da vida, formada no curso Fé + Alegria de KOINONIA


A importância do dia Internacional das Mulheres é conscientizar as pessoas de que as mulheres devem reivindicar seus direitos contra qualquer forma de violência e discriminação, e que seus valores sejam reconhecidos perante a sociedade.

 

Equede Sinha do Terreiro Casa Branca (Salvador, BA), casa atendida por KOINONIA desde 1995


O dia de hoje é importante para reconhecermos que cada vez mais as mulheres ocupam espaços na sociedade e devem ocupar mais. É importante para lembrarmos e agradecermos a força das nossas ancestrais – as mulheres negras que construíram esse País. Mas temos também que pensar nos deveres e nos direitos das mulheres, ainda não respeitados na luta de casa dia. Ediante de tudo sempre agradecer às Orixás: à Nanã, Yemanjá, Oxun e Oiá que nos dão força sempre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.