KOINONIA presente no ato em memória das vítimas da chacina do Cabula, em Salvador

À convite da campanha Reaja ou será mort@, a assessoria jurídica de KOINONIA participou do ato em memória dos 13 jovens negros assassinados pela Polícia Militar do Estado da Bahia na madrugada do dia 6 de fevereiro de 2015, na Vila Moises, Estrada das Barreiras, no Cabula.
 
O ato teve como objetivo principal garantir o direito a manifestação pública dos familiares dos jovens diante de tamanha brutalidade estatal. A ação foi coordenada pela campanha Reaja ou será mort@, uma articulação iniciada em 2005 por movimentos e comunidades de negros e negras da capital e interior do estado da Bahia, articulada nacionalmente e com organizações que lutam contra a brutalidade policial, pela causa antiprisional e pela reparação aos familiares de vítimas do Estado (execuções sumárias e extrajudiciais) e dos esquadrões da morte, milícias e grupos de extermínio.
 
KOINONIA reforça seus laços na luta contra o extermínio da população negra e se junta a campanha Reaja ou será mort@ nas trincheiras da guerra não declarada contra o povo negro. A instituição apoia as comunidades afrobrasileiras na busca pela afirmação de Direitos Humanos com ações de incidência pública e, por vezes, na assessoria do caminho jurídico e administrativo.
 
Povo Negro unido, Povo Negro forte, 
que não teme a luta, que não teme a morte!”
(Palavras de ordem entoadas durante a caminhada)