FEACT realiza reunião anual de planejamento e junta forças a Marcha das Margaridas

Entre os dias 12 e 15 de agosto, foi realizada em Brasília (DF) a Reunião Anual do Fórum Ecumênico ACT Brasil (FEACT). Organizações ecumênicas, agências de cooperação internacional e igrejas estiverem presentes para apresentação do trabalho desenvolvido pelo Fórum de 2018-2019 e para planejamento estratégico de atividades para o próximo ano.

O Fórum é membro da ACT Aliança, uma coalisão com sede em Genebra (Suíça) que reúne 151 organizações baseadas na fé e igrejas, trabalhando juntas em mais de 125 países.

No primeiro dia, foi realizado o Seminário “Testemunho ecumênico por justiça”. Reflexões sobre os princípios bíblicos da justiça e perspectivas histórias em relação às liberdades laicas foram tecidas por: Haidi Jarschel, pastora da Igreja Episcopal de Confissão Luterana do Brasil, doutora em História Cultural pela UNICAMP e mestre em Ciências da Religião pela Universidade Metodista de São Paulo; e Lauri Wirth, doutor em Teologia pela Universidade de Heidelberg e professor no Programa de Pós-Graduação em Ciências da Religião da Universidade Metodista de São Paulo.

 

 

 

 

 

A manhã do segundo dia (13) foi tomada por trabalhos em grupos, para construção coletiva de perspectivas sobre as formas do FEACT colocar em prática, no Brasil, os princípios ecumênicos das liberdades laicas a partir das experiências de seus membros (igrejas e organismos ecumênicos). As ideias coletadas, conjuntamente aos comentários feitos por Haidi e Laury, foram base para os insumos do planejamento do Fórum ao fim do encontro no dia 14.

Os principais resultados do Fórum (2018-2019), por eixo temático, foram apresentados ainda na tarde do dia 13: Justiça Climática, Democracia e Estado Laico, Projeto Imigrantes e Refugiados e Comunicação.

Estiveram presentes no encontro: Coordenadoria Ecumênica de Serviço (CESE), Instituto Universidade Popular (Unipop), Koinonia Presença Ecumênica, ACT Alliance, Centro Ecumênico de Serviços à Evangelização e Educação Popular (CESEEP), Fundação Luterana de Diaconia (FLD), Comissão Ecumênica dos Direitos da Terra (Cediter), Igreja Presbiteriana Unida (IPU), Igreja Episcopal de Confissão Luterana do Brasil (IECLB), Aliança de Batistas do Brasil (ABB), Profec – Centro Ecumênico de Formação e Educação Comunitária, Processo de Articulação e Diálogo (PAD), Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Paz y Esperanza, Federação Luterana Mundial (FLM), Christian Aid, Centro Ecumênico de Estudos Bíblicos (CEBI), Conselho Latino Americano de Igrejas – Brasil,  Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil (Conic), Igreja Episcopal Anglicana do Brasil (IEAB), Diaconia, Projeto Imigrantes e Refugiados e Visão Mundial.

 

Marcha das Margaridas

Na manhã do dia 14, os religiosos e religiosas do FEACT se somaram à edição 2019 da Marcha das Margaridas, que reuniu mais de 100 mil mulheres  (das águas, das florestas, do campo e da cidade) e trouxe o slogan “Margaridas na luta por um Brasil com soberania popular, democracia, justiça, igualdade e liberdade contra a violência”.

As mulheres do Fórum levaram sua mensagem de solidariedade e apoio à defesa dos direitos das mulheres ao estampar a hashtag #TerrivelmenteEvangélicaseFeministas para a manifestação – uma contra-narrativa ao discurso de Damares Alves,  ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, que, ao assumir o ministério em janeiro proferiu: “O Estado é laico, mas esta ministra é terrivelmente cristã”.

 

 

 

 

 

 

“Marchamos em solidariedade às mulheres rurais e mulheres indígenas. Nós também marchamos por nós mesmas, porque somos impactadas por todos esses reveses que estão acontecendo no país. Como mulheres evangélicas e feministas, queremos denunciar este governo que promove a morte e anunciar que não daremos um passo atrás em defesa de nossas conquistas e lutas por nossos direitos”, resumiu a pastora e diretora executiva da CESE, Sônia Mota.

 

Comunicação e fortalecimento Sul-Sul

Reunião do GT de comunicação FEACT

No dia 15, foi realizada a reunião do grupo de comunicadores do FEACT, para avaliação das atividades do ano, estruturação e encaminhamentos do plano estratégico de comunicação do Fórum (à luz dos insumos construídos coletivamente ao longo da semana).

Paralelamente, entre os dias 15 e 16, foi realizada a Reunião do Processo FESUD – ACT, com o Grupo de Trabalho: Direitos Humanos, Democracia e Fundamentalismos. O encontro abordou tópicos, como: socialização dos objetivos, histórico do grupo e compromissos assumidos; informes e retomada dos desafios acumulados.

 

Com informações da ALC Noticias

Foto de capa: Natália Blanco/Koinonia Presença Ecumênica

FOTOS (Clique na imagem para acessar o álbum de fotos):

FEACT NA MARCHA DAS MARGARIDAS

Marcha-Margaridas-FEACT-2019_Natalia-Blanco-Koinonia-78

ENCONTRO FEACT 2019

Encontro-FEACT-2019_Natalia-Blanco-Koinonia-10