Encontro Nacional da União de Mulheres Episcopais Anglicanas do Brasil acolhe KOINONIA

Entre os dias 9 e 12 de outubro, KOINONIA participou do Encontro Nacional de Mulheres Episcopais Anglicanas do Brasil, no Centro de Formação Sagrada Família, em São Paulo, abordando tema “Vem soltar sua voz!”. Com a presença de mais de 90 mulheres de diferentes regiões do Brasil, o encontro contou ainda com a participação de duas uruguaias, duas moçambicanas, uma angolana e uma portuguesa. “Nosso objetivo é promover a união entre as mulheres da igreja, fortalecendo e promovendo a solidariedade entre elas e com todas elas”, enfatizou Christina Winnischofer, presidente Nacional da União das Mulheres Episcopais Anglicanas do Brasil (UMEAB).
Para dar início aos trabalhos, o evento contou com as palestrantes Valéria Cristina Vilhena e Sarah de Roure, que abordaram tema “A Voz das Mulheres”, tratando sobre os espaços ocupados pelas mulheres e como se dá a sua participação. Sarah refletiu sobre como o silencio está presente na histórias das mulheres, uma vez que a história não reconhece a mulher e as silencia  violências que tais sofrem “O silêncio é plural, pois as mulheres são plurais. Permanece ausente a diversidade da voz das mulheres”, ressaltou a palestrante. Por sua vez, Valéria abordou um panorama atual de desigualdade de gênero e a forma como é reproduzida nos espaços religiosos. “Nossas relações são frutos de uma construção social, inclusive religiosamente falando. Não podemos justificar as coisas com a naturalização”.    

Cristiane Alves, assistente de KOINONIA, relatou os trabalhos da Rede Religiosa de Proteção à Mulher Vítima de Violência e a importância da identificação da violência somada ao acolhimento da igreja voltado às mulheres que sofrem violência. Durante o decorrer do encontro, reflexões sobre o papel da mulher na igreja foram expostas pelas participantes, que também colaboraram com suas colocações nos momentos de planejamento de ações referentes aos projetos voltados para as mulheres desempenhados pelas comunidades.  

IMG_2933Encerrando o encontro, as mulheres anglicanas tiveram um momento especial. Com a presença do Bispo Diocesano Dom Flávio Irala e do Bispo Primaz Dom Francisco de Assim, os 30 anos de ordenação feminina na Igreja Episcopal Anglicana do Brasil foram celebrados. “Que vocês, mulheres, saiam desse encontro levando vida, esperança e amor para as pessoas que precisam. Que ajudem as diversas mulheres exploradas e violentadas, que saiam comprometidas com o enfrentamento das feras do mundo. Lembrem-se, vocês fazem a igreja, são a vida da igreja”, encorajou Dom Francisco de Assis.

 
Além deste movimento em favor da solidariedade, neste evento foi possível definir as metas para os próximos dois anos e, dentro da Igreja Anglicana, fortalecer a Rede Lusófona (Língua Portuguesa) da Comunhão Anglicana.