Encontro de Comunidades Negras Tradicionais em Salvador

Marcia Evangelista

No dia 26 de junho, em Salvador, foi realizado mais um Encontro de Comunidades Negras Tradicionais atendidas pelo Programa Egbé Territórios Negros, organizado e promovido por KOINONIA Presença Ecumênica e Serviço e Espaço Cultural Vovó Conceição. Estiveram presentes aproximadamente 150 pessoas, sendo 120 representantes de comunidades de terreiros de candomblé e 30 de comunidades negras rurais e quilombolas

O objetivo deste encontro foi fazer uma análise da conjuntura envolvendo as comunidades negras tradicionais, e a construção de conteúdos para uma carta de recomendações aos candidatos às representações legislativa e executiva nas eleições de 2010. O encontro também se caracteriza por propiciar um espaço de troca de informações, proposições e de novas ações entre as comunidades presentes.

Destacam-se as informações compartilhadas: sobre a situação de violência vivida por vários terreiros na cidade de Salvador e cidades circunvizinhas – até mesmo com expulsão pelo tráfico de comunidade inteira de um bairro; e as ações da comissão da sociedade civil criada junto à Secretaria Estadual de Segurança Pública para acompanhar as ações de segurança, receber denúncias e propor alternativas de intervenção.

Outro destaque deve-se às informações trazidas pelas lideranças quilombolas do Baixo Sul da Bahia: a visita do Incra visando o início dos trabalhos para a regularização territorial de algumas das comunidades quilombolas na região; e a constituição do Conselho Estadual Quilombola e do Conselho Regional do Baixo Sul, que realizará no mês de agosto atividade de formação para lideranças quilombolas, juntamente com a Articulação do Território da Cidadania do Baixo Sul.

Sobre a produção da carta de recomendações, foi formada uma comissão que reuniu-se durante esta semana para iniciar a redação da mesma. As recomendações das comunidades negras rurais do Baixo Sul serão incorporadas ao texto para compor a carta final. Em destaque estarão as recomendações da juventude, que reunida pela manhã do mesmo dia, apresentou as suas contribuições a serem agregadas na expressão coletiva do grupo de Comunidades Negras Tradicionais.

Com informações do Programa Egbé Territórios Negros

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.