Descolonizando O Olhar: O Racismo Atinge A Igreja?

Por: Camila Chagas/ KOINONIA

Foto: Camila Chagas/ KOINONIA

No dia 28 de setembro de 2019 aconteceu na Igreja Batista Adonai, localizada no Bairro de Cajazeiras 11, na capital da Bahia, a Mesa “Descolonizando o olhar: o Racismo atinge a Igreja?” com a participação da Professora Elizete da Silva, Fabíola Oliveira, Pastor Batista Marcos Davi e Pastor Metodista Ras André Guimarães.

A professora Elizete da Silva apresentou um panorama sobre o tema, explicando os processos históricos relacionados ao Racismo no Brasil e de como este se desenvolveu da colonização até os dias atuais. Ela falou sobre as missões jesuítas, a vinda dos Anglicanos e Batistas para a Bahia, no século XIX, e como estes se posicionaram frente à escravização.

Em seguida, o Pastor Ras André falou como o Racismo atinge à Igreja, fazendo uma interlocução entre as perspectivas histórica e religiosa, salientando a importância e o protagonismo das comunidades.

Seguindo o desencadear das ideias, Fabíola Oliveira iniciou sua fala fazendo uma crítica e reflexão sobre o tema, salientando o quão retórica é a pergunta norteadora da mesa. Ela abordou os desdobramentos do Racismo, a exemplo do Racismo Religioso, e seus efeitos na vida das pessoas.

Por fim, não menos importante, o Pastor Marcos Davi falou sobre o tema fazendo uma breve análise sobre o Direito à Liberdade Religiosa no ordenamento jurídico brasileiro. Trouxe passagens bíblicas que foram equivocadamente interpretadas, no sentido de “justificar” o Racismo. Ele sinalizou a importância do engajamento das comunidades para falar sobre o tema e dos trabalhos de base, como os de formação a partir da leitura popular da Bíblia.

Para quem participou como ouvinte a sensação era de perfeita sintonia entre as falas dos expositores, pois estas se complementavam e deixavam todos ainda mais atentos. A assembleia teve participação ativa, fazendo considerações e perguntas sobre o tema que, além de inquietante, precisa ser discutido nas igrejas.