KOINONIA e Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania de São Paulo implementam programa Transcidadania

IMG-20150521-WA0013-2O curso de Direitos Humanos e Democracia promovido por KOINONIA em parceria com a Secretária Municipal de Direitos Humanos teve início na semana passada, na cidade de São Paulo. O primeiro encontro aconteceu na última terça-feira (19) com o tema “Quem sou eu?”. Este primeiro dia foi dedicado ao contato inicial com as/os participantes do Transcidadania num espaço de apresentação e integração através de atividades de relaxamento e conexão e de dinâmicas a fim de contribuir com o reconhecimento entre o outro e a si mesmo.
 
Os facilitadores Sulamita Assunção, psicóloga na área social, e Brunno Almeida Maia, pesquisador em Filosofia pela UNIFESP, buscaram reconhecer, a partir do respeito às individualidades e diferenças, a trajetória de cada um. Para isto, foi proposto ouvir a música “Encontros e Despedidas”, na versão da cantora Maria Rita, para refletir sobre a ligação da sua vida com a canção. Para completar a atividade, as/os participantes realizaram o exercício da Linha do Tempo da Vida, através do qual cada aluna/aluno desenhou seus encontros e despedidas mais importantes. Livremente, cada participante elegeu algum momento importante para compartilhar com os demais.  O encontro proporcionou emoções e reflexões.
 
Na quinta-feira (21) as/os alunos participaram da segunda aula do curso, ministrada por Fábio Mariano da Silva, professor na PUC/SP, e Brunno Almeida Maia. O tema abordado foi “O Significado da Política na Vida dos Sujeitos de Direito”. Com aspecto mais teórico, foram apresentados os conceitos de política, bem como seu papel na vida dos cidadãos. O conteúdo promoveu aproximação entre o tema com o cotidiano das/dos participantes e suas formações como sujeitos políticos. O espaço ficou aberto a todo momento para exposição de opiniões.
 
A interação das/dos alunos tem sido intensa. Cada um recebeu um caderno para escrever sobre suas impressões, como um “diário de bordo” sobre o curso. A ideia é que todos sejam motivados a registrarem seus sentimentos, conhecimentos e perspectivas. Ao início de cada aula, todos são convidados/as a compartilhar suas observações. Aline, aluna do programa Transcidadania, afirmou gostar do curso pelo fato de poder dividir aquilo que pensa. “Além de falar da minha história, tenho também a chance de encontrar novos amigos”.
 
O curso de Direitos Humanos e Democracia promove, através do programa Transcidadania, duas aulas por semana, sempre às terças e quintas. Seu objetivo, além de ser um novo campo de construção, é proporcionar a transposição de uma fronteira múltipla de determinações históricas, sociais, culturais, políticas e econômicas.