Cursos preparatórios da UNEafro acolhem participantes do programa Transcidadania que prestarão o ENEM

11070385Os cursos comunitários do movimento social União de Núcleos de Educação Popular para Negras/os e Classe Trabalhadora (UNEafro Brasil), existente em diversas regiões de São Paulo, estão disponibilizando vagas de suas turmas preparatórias para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) para travestis e transexuais participantes do programa Transcidadania, da Prefeitura de São Paulo. Uma parceria entre a UNEafro e KOINONIA Presença Ecumênica e Serviço possibilitará o encaminhamento dos(as) participantes para os cursos comunitários atualmente presentes em 18 localidades, sendo que a maior concentração se dará nas unidades dos bairros Luz e  Bela Vista, na região central da Capital.           

KOINONIA vem compondo a coordenação do programa Transcidadania, que tem como proposta fortalecer as atividades de colocação profissional, reintegração social e resgate da cidadania para a população LGBTT em situação de vulnerabilidade. Nessa perspectiva a parceira com a UNEafro Brasil possibilitará aos participantes inserção no curso preparatório do ENEM.

 
A primeira turma iniciou as aulas no último sábado (8) e escolheu “Laura Vermont” como nome para o novo núcleo da UNEafro, que funciona no bairro Luz, em São Paulo, e possui cerca de 30 estudantes inscritos oriundos do programa Transcidadania. Laura Vermont é o nome de uma travesti agredida e assassinada brutalmente em São Paulo recentemente.
 
Interessados(as) podem se inscrever aqui. A organização também necessita de voluntários(as) para dar aulas e/ou contribuir na coordenação dos cursos. Saiba mais: http://www.uneafrobrasil.org/.
 
As vagas estão disponíveis também na Zona Leste, Zona Oeste, Zona Sul, Diadema e região do Alto Tietê. Todos os cursos da UNEafro funcionam em locais cedidos pela comunidade (escolas, associações e sindicatos), são gratuitos e abertos a toda comunidade. Os professores são voluntários e o curso é voltado, principalmente, para mulheres, estudantes de escolas públicas ou concluintes do ensino médio, trabalhadores e pessoas de qualquer idade em situação de vulnerabilidade, como é o caso de transexuais e travestis. Há amplo incentivo à participação da população negra. É muito comum o espaço do núcleo ser um espaço de diversidade, onde as pessoas participam ativamente não só do processo de formação acadêmica, mas também de consciência política e cidadã.
 
No programa Transcidadania, KOINONIA promove ações de formação em direitos humanos, cidadania e democracia.  Além disso, a formação promove a implementação das ações do programa, monitoramento e avaliação em conjunto com a Secretária Municipal de Direitos Humanos e Cidadania.
 
A UNEafro Brasil, fundada em 2009, desenvolve vários projetos sendo os cursos comunitários sua ação mais conhecida. Entre seus objetivos está o combate ao racismo e a toda forma de preconceito, a melhoria da qualidade da escola pública, a luta contra a violência urbana, a defesa do protagonismo juvenil e o convívio com a diversidade (de gênero, etnia, idade, orientação sexual e opção religiosa). 
 
Os inscritos nas turmas para o ENEM serão preparados de forma intensiva, tendo a possibilidade de participar de um “Aulão Especial” e também simulados.