Seminário provoca debate sobre enfrentamento ao racismo e à violência contra a mulher no Baixo Sul da Bahia       

 FOTO034
No dia 7, quilombolas da região do Baixo Sul da Bahia participaram do seminário “Fortalecimento das Mulheres Quilombolas: Combatendo o Racismo e a Violência”, realizado no município de Camamu. O evento foi uma oportunidade para que as comunidades quilombolas debatessem questões como o enfrentamento do racismo, do sexismo e da violência contra a mulher, considerando a importância de lidar com esses problemas para melhorar a qualidade de vida em seus respectivos contextos.

Estiveram representadas no seminário 17 comunidades remanescentes de quilombos, dos municípios de Ituberá, Nilo Peçanha, FOTO177Igarapiuna, além, é claro, de quilombolas da cidade anfitriã, Camamu. Apesar de ter se dirigido principalmente ao público feminino, muitas das participantes convidaram seus companheiros – o que evidenciou a necessidade de se travar essa discussão incluindo os homens. Os jovens de ambos os sexos também participaram, de forma ativa, em todas as discussões propostas.

Contudo, o protagonismo foi das quilombolas. Ao final do seminário a avaliação das presentes mostrou que o evento deu sua contribuição não só no fomento ao debate sobre igualdade de gênero, mas principalmente ao fortalecimento da articulação de mulheres do Baixo Sul, tornando mais coeso um grupo que atua cada vez mais na politização das situações de violência e desigualdade de gênero na região.