Saúde e Direitos nos Terreiros

Helena Costa

Nos dias 5 e 6 de maio, trinta e oito multiplicadores, mulheres e homens, participaram do Curso de Educação Continuada em Saúde e Direitos, em Salvador. O objetivo da atividade foi atualizar os conhecimentos dos multiplicadores formados em 2006, responsáveis agora pela formação dos participantes das oficinas do programa Egbé Territórios Negros. Os encontros aconteceram no terreiro Onzó Nsumbo Tambula Dicoa Meiã Dandalunda, também conhecido como São Roque, no dia 5, e no Ilê Axé Abassá de Ogum no dia seguinte.

Foi fascinante ver  como eles e elas abraçaram a causa de partilhar conhecimento e promover a vida, saúde e a dignidade humana.”, afirmou Ester Almeida, assessora do programa Saúde e Direitos, que coordenou o evento juntamente com a multiplicadora  Taís Neves. Além de revisitar o material abordado no ano passado, foram trabalhados conceitos como a importância do trabalho em equipe, organização e planejamento. Multiplicadoras e multiplicadores demonstraram perfeito domínio do conteúdo ministrado anteriormente. Além disso, desempenharam com louvor a tarefa de elaborar planos de aula. Para Ester, eles  elaboraram planos de aula com conteúdo e coerência entre as falas, atividades em grupo e dinâmicas”. A equipe do programa Egbé em Salvador também participou do curso – Jussara Rego, Lucimar Novaes, Elga Lessa e Mara Vanessa Fonseca.

Já no dia 15 de maio as multiplicadoras Odete Santos, Paula Castro Santos, Ana Cleusa Cruz coordenaram uma oficina sobre Saúde e Direitos no terreiro Omin Funkó para mulheres que estão participando do curso de culinária. De acordo com a expectativa da equipe, mostraram-se plenamente preparadas, como atestou  Mara Vanessa.  As seguintes oficinas foram programadas para o Terreiro São Roque e Casa Branca – Obá Tony.

Ainda nas palavras da assessora do programa Saúde e Direitos, “os Terreiros entendem que a partir dos trabalhos realizados por KOINONIA, eles  assumem um papel de referência nas comunidades, de uma forma positiva e que vem contribuindo de forma efetiva com a população do bairro”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.