Proposta de Espaço Quilombola no Baixo Sul

Márcia Evangelista

Seis comunidades de Camamu, município do Baixo Sul da Bahia, se reuniram para elaborar uma proposta comum de comercialização de seus produtos, com agregação de valor cultural – a marca da identidade quilombola. As comunidades de Barroso, Porto do Campo, Garcia, Pimenteira, Dandara dos Palmares e Laranjeira estão se articulando para montar e gerir uma lojinha situada na comunidade do Garcia, às margens da estrada Camamu-Itacaré, aproveitando o mirante que existe no local e que é ponto de parada para turistas tirarem fotos e apreciarem a paisagem.

Curso de gestão

Esta iniciativa tem levado este conjunto de comunidades a discutirem o formato de um empreendimento comum e tudo que envolve esse tipo de iniciativa. Esses debates acontecem dentro do curso de gestão que KOINONIA vem realizando com este grupo de comunidades. O curso está previsto para acontecer em quatro etapas, culminando na elaboração de um Plano de Negócios. A primeira etapa, que trata da organização do coletivo das comunidades envolvidas para executar a proposta – acordos e formalizações de compromissos, regimento, definição de responsabilidades, busca de soluções conjuntas e cooperativadas para as dificuldades de transporte – já está sendo implementada. Foram realizados dois encontros nos quais se avançou muito na proposta de organização, na criação de um comitê gestor provisório e até na elaboração da planta da lojinha e de sua decoração. Por exemplo, foram definidos que os móveis serão todos de tala de dendê, fabricados por artesãos das comunidades. Na loja será comercializado: artesanato de pesca, de cipó e de tala de dendê, gamela, e escultura em madeira; cestaria; móveis em tala de dendê; doces e gêneros alimentícios, azeite de dendê, licor; sabão de dendê; bordados; corte e costura, pintura em tecido; remédios tradicionais; produtos da roça do grupo de mulheres (inclusive farinha e derivados de mandioca); marisco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.