Programa Egbé participa de oficina na UFRRJ

Carolina Maciel

No dia 20 de outubro Ana Gualberto, assessora de do Programa Egbé, esteve junto com Marilda de Almeida, liderança da comunidade quilombola de Santa Rita do Bracuí, com a turma de educação do campo da UFRJ em uma oficina sobre comunidades quilombolas. Durante a oficina foram abordadas questões como: ressemantização do conceito do quilombo; identidade étnica/racial no Brasil; conflitos entre tradição e modernidade; legislação especifica sobre quilombos; criminalização dos movimentos sociais, entre outros.
Assistimos também o vídeo de KOINONIA da serie Visões Quilombolas, Quilombolas a Nova Geração, onde jovens de três comunidades quilombolas dos estado do Rio de Janeiro, falam de sua participação nas lutas travadas por suas comunidades, contam um pouco de sua história de seus sonhos. Este vídeo, assim como toda a série Visões Quilombolas, está disponível para dowllond no site de KOINONIA.
Marilda conta para a turma a história de luta da comunidade quilombola de Santa Rita do Bracuí que mesmo com o documento de doação de suas terras, continua lutando para permanecer no território quilombola.
 O curso de Licenciatura em Educação do Campo da UFRRJ, iniciado em 2010, tem por objetivo a formação de professores para as escolas do campo do Rio de Janeiro, habilitando-os em duas áreas: ciências humanas e agroecologia. A regional sul fluminense conta exclusivamente com educandos quilombolas, indígenas e caiçaras, o que torna a turma um espaço privilegiado para discutir as especificidades da educação do campo voltada para povos e comunidades tradicionais.
 
Com informações Ana Gualberto, Assessora de KOINONIA e do Programa Egbé.
 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.