Mulheres da Assembléia de Deus discutem gênero e Aids

Helena Costa

O programa Saúde e Direitos realizou, no dia 19 de maio, uma atividade de ‘Sensibilização sobre relações de gênero e Aids’ para lideranças femininas da igreja Assembléia de Deus, na cidade de Pindamonhangaba. Na devocional que iniciou os trabalhos, as coordenadoras lembraram às vinte e cinco participantes que muitas foram convidadas, mas poucas as escolhidas e, portanto, a presença delas tinha um propósito

O grupo, composto por mulheres e jovens, superou dificuldades e constrangimentos iniciais para, aos poucos, conseguir falar sobre corpo, saúde da mulher e sexualidade. A partir de uma dinâmica sobre o olhar, ocorreram abraços e orações espontâneas. Para Taís Neves, este foi um momento especial: “Uma abençoando a outra. Foi lindo!

Na perspectiva de abordar as relações de gênero, Ester Almeida, Dóris ? e Taís levantaram questões como “Cuidar, de quem a mulher cuida? Quais são as obrigações da mulher? Quando ela olha para si?”.  Foram abordados também os papéis sociais, como por exemplo, se a mulher pode tomar iniciativa para uma relação sexual. Diante da negativa unânime das participantes, as coordenadoras orientaram o diálogo para uma análise sobre as razões desta opinião.

A seguir, a realidade do HIV, especialmente entre as mulheres, foi exposta em números e estatísticas. Foram muitas as dúvidas sobre o tema, inclusive sobre formas de transmissão e prevenção – mesmo que algumas delas tenham perdido parentes vitimados pela doença.

Ao fim da atividade, a realização de um Curso de Formação que foi aprovada por unanimidade, e deve ser realizado ainda este ano.  

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.