Marambaia em festa

Manoela Vianna e Helena Costa

Nos dias 6 e 7 de julho a ARQIMAR (Associação dos Remanescentes de Quilombo da Ilha da Marambaia) promoveu o Arraial Esperança na Ilha da Marambaia, localizada em Mangaratiba (RJ).

Segundo Ana Gualberto, assessora do Programa Egbé Territórios Negros de KOINONIA, “foi um fim de semana de conquistas para a comunidade”. Mesmo com todas as dificuldades, como falta de transporte e ausência de luz elétrica, os quilombolas conseguiram organizar a festa julhina reunindo cerca de cem pessoas. 

Além dos quilombolas, participaram do Arraial representantes de entidades como KOINONIA e Justiça Global, que fazem parte da Campanha Marambaia Livre! pela regularização do território quilombola da Ilha da Maramabaia.

No mesmo período da festa, Dona Sebastiana Lima voltou à comunidade após sete anos de exílio. Ela teve sua casa lacrada pela Marinha quando saiu da Ilha por motivos de saúde. Sebastiana foi obrigada a se mudar e a responder a um processo de reintegração de posse.

O retorno de Dona Sebastiana foi possível graças à decisão judicial que permite o retorno dos moradores que foram expulsos, e que todos possam reformar e construir casas, entre outros direitos assegurados. Além disso, a sentença estabelece que o Incra prossiga com o processo de regularização do território quilombola.

A festa da Ilha da Marambaia também foi o momento escolhido para o lançamento da revista “Existimos – Quilombolas da Marambaia há mais de cem anos preservando a Ilha”. A iniciativa de produzir a publicação foi da FASE, realizada com a participação dos quilombolas.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.