Linha do tempo: KOINONIA em tempos de AIDS

Carolina Maciel

 

O dia 1º de dezembro foi declarado Dia Mundial de Luta contra a AIDS pela Organização Mundial da Saúde, em 1987, com o objetivo de fortalecer a solidariedade e o respeito às pessoas que vivem com HIV/aids. Desde então essa data tem sido rememorada por organizações, movimentos e igrejas para mobilizar e sensibilizar a opinião pública a respeito da pandemia.
 
Cremos ser este um dia especial para compartilhar com nosso público a “Linha do Tempo” que mostra a trajetória de KOINONIA na luta pela superação do HIV/aids. É um exercício de KOINONIA para rever a sua própria história, e nela se inspirar, a fim de prosseguirmos em nosso caminho com mais vigor e coragem. Ao lançar nosso olhar sobre o nosso passado é que nos damos conta do caminho percorrido, das mudanças ocorridas e do quanto ampliamos nosso público.
 
No início, foram somente as igrejas relacionadas ao Conic e ao Clai. Em pouco tempo ampliamos para servir também a juventudes rurais, comunidades pentecostais, neopentecostais, quilombolas, de candomblé, de umbanda e espíritas. O que inicialmente era o projeto “Aids e Igrejas”, transformou-se no programa “Saúde e Direitos”, ao incluirmos em nossa abordagem temas relacionados a direitos sexuais e reprodutivos, e com foco especial em mulheres e jovens. E hoje somos desafiados a responder também à questão das drogas, especialmente o crack.
 
Ao publicar esta “linha do tempo”, que mostra nosso envolvimento na luta contra o HIV/aids, KOINONIA pretende reafirmar seu compromisso com essa luta e ao mesmo tempo prestar nossas homenagens e agradecimentos a todas as pessoas e instituições que, direta ou indiretamente, têm caminhado conosco.
 
Acima de tudo, nos lembramos de Ernesto Barros, companheiro de jornada ecumênica, precocemente levado pelo HIV, cuja memória nos inspirou e continua a nos animar.
 
 
Vej a Linha do Tempo:
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.