KOINONIA promove Semana Mundial pela Paz na Palestina e Israel

Carolina Maciel

A Semana Mundial pela Paz na Palestina e Israel é uma ação conjunta das igrejas e organizações da sociedade civil que acontece durante a semana de 28 de maio a 3 de junho de 2011 com a realização de oração, educação e sensibilização pela paz justa na Palestina e Israel. Congregações e indivíduos que compartilham a esperança de justiça na região realizarão juntos ações pacíficas e darão um testemunho público internacional comum.

Durante ação, as igrejas no mundo inteiro enviarão um sinal claro aos políticos, ao público interessado e às próprias congregações locais a respeito da necessidade urgente de um acordo de paz que garanta os direitos legítimos e o futuro de ambos os povos. Os participantes planejarão suas atividades em torno de três eixos:

  1. Orar com as igrejas que vivem sob ocupação;
  2. Educar sobre as ações que contribuem para a paz e sobre a realidade que se opõe a ela, especialmente os assentamentos no território ocupado;
  3. Sensibilizar os políticos a fim de que promovam a paz com justiça.
 
A mensagem da Semana é que agora…
  • É tempo de que palestinos e israelenses compartilhem uma paz justa.
  • É tempo de libertarem-se da ocupação.
  • É tempo de igualdade de direitos.
  • É tempo de curar as almas feridas.
 
Quem promove:
 
A Semana Mundial pela Paz na Palestina e Israel é uma convocação internacional do Fórum Ecumênico Palestina/Israel, do Conselho Mundial de Igrejas. No Brasil, diferentes organizações e lideranças cristãs reuniram-se para promover esta mobilização para que uma paz justa se estabeleça na região. Veja abaixo as organizações e pessoas que estão envolvidas com a promoção da Semana:
 
Organizações: KOINONIA, CLAI Brasil, Editora Novos Diálogos, Rede FALE, Aliança de Batistas do Brasil, Fraternidade Teológica Latino-americana-Região Nordeste, Rede Ecumênica de Juventude-REJU, Evangélicos pela Justiça, Aliança de Negras e Negros do Brasil-ANNEB, Eu Tenho uma Missão.
 
Pessoas: Ariovaldo Ramos, Anivaldo Padilha, Serguem Jessui, Darli Alves, Raimundo Barreto, Wellington Santos, Welinton Pereira, Nancy Cardoso, Odja Barros, Carlinhos Veiga, Antonio Carlos Ribeiro, Lília Marianno, Hernani Francisco, Neil Barreto, Manoel Moraes, Gedeon Alencar, Daniel Guanaes, Lyndon Araújo, Marco Davi de Oliveira, Clemir Fernandes, Flávio Conrado, Carlos Caldas, Alessandro Rocha, Geter Borges, Morgana Boostel, Caio César Marçal, entre outros.
 
Leia a mensagem dos participantes:
 
Me alegro mucho recibir este mensaje!  Creo que vivimos un momento muy especial en el conflicto entre palestinos e israelitas en que se necesita de mucha solidaridad internacional. Como EAPPI, tenemos una estrecha relacion con el centro SABEEL y nos parece excelente la idea de crear un capitulo de FRIENDS OF SABEEL en Brasil. Seguramente los brasileños que ya participaron y estan participando en EAPPI podran cooperar con esta propuesta, en particular ofreciendo sus experiencias en charlas con congregaciones eclesiales y lideres de iglesias, sectores de la sociedad civil, medios de comunicacion; y quizas tambien escribiendo articulos para la revista Novos Dialogos.
Manuel Quintero, coordenador do Programa de Acompanhamento Ecumênico em Palestina e Israel (EAPPI – CMI)
Conte comigo nessa iniciativa de apoio à causa palestina. Ariovaldo Ramos
Eu entendo ser urgentíssimo qualquer apoio à região; tanto para evitar o massacre (boicote humanista, etc.) americano e israelense, quanto para enfraquecer as forças políticas fundamentalistas. Manoel Moraes
Muito nobre e ousada sua iniciativa! Coragem irmão! Força! O que eu posso fazer para ajudar? Carlos Caldas
Tô dentro! Amig@s de Sabeel aguardo mais informações! Nancy Cardoso
Sem dúvida, podem contar comigo. Essa é uma causa que precisa ser alavancada para dentro dos espaços da sociedade e das igrejas. Fico à disposição desde já para articulações e fatos que surjam, para noticiar e mesmo disponibilizar a respeito das causas e lutas. Uma possibilidade, que não posso garantir, mas posso me empenhar, é um contato e mesmo entrevista com o Bispo Munib Younan, da Igreja Evangélica Luterana da Jordânia e da Terra Santa. Já o entrevistei antes, quando ele era vice-presidente da FLM para o Oriente Médio. Antonio Carlos Ribeiro
Conte a princípio com meu apoio pessoal, levarei o tema para debate interno com meus colegas da area de Advocacy da VM e comunicarei se podemos apoiar institucionalmente também. Welinton Pereira
Não posso ficar fora dessa. Vou tentar articular a ANNEB pra entrar como organização. Salaam. Marco Davi
Apoio pessoal integral. Institucionalmente farei consultas ao departamento de advocacy da Tearfund, naturalmente, influënciando na decisão. Serguem Jessui
Manifesto meu apoio pessoal e o compromisso de contribuir para ampliar as bases do movimento e da proposta. Levarei a proposta de apoio à Associação Basiléia, à FTL-MA e a outros grupos organizados. Não consegui enviar a resposta para todos, peço que divulgue este e-mail para a lista. Lyndon Araújo
A causa me parece muito nobre. Estamos juntos nos unindo para que “uma paz justa e sustentável seja estabelecida num lugar cheio de significado para a espiritualidade de bilhões de pessoas no planeta”. Tenham a minha adesão pessoal. Quanto a adesão institucional, preciso ouvir os demais. Carlinhos Veiga
Bacana demais a iniciativa. Tenho interesse em ajudar. Não sei como isso pode ser feito, pra ser honesto. Mantenha-me informado. Daniel Guanaes
Me mantenha incluída neste debate. Em 2009, na pós-graduação de Literatura Bíblica da Uniabeu, nós estivemos conectados com o CMI na semana pela paz entre Israel e Palestina, Nancy foi a articuladora deste encontro. Apesar de ser uma iniciativa cristã, tenho alguns amigos judeus, secularistas, que teriam interesse em acompanhar a iniciativa pois já defendem a bandeira junto com os Palestinos há mais tempo do que nós. Lília Dias Marianno
Maravilha Flávio, Conte comigo! Géter Borges
Sim, KOINONIA participa deste esforço. Jorge Atilio
Como eu poderia deixar de atender a essa convocação de vocês? Podem incluir meu nome nessa iniciativa pois já participo das articulações do Clai e CMI na mobilização em torno da EAPPI. Como o Atílio já disse, KOINONIA também apoia essa iniciativa. Em janeiro, podemos ver como articular e mobilizar o apoio de outras organizações ecumênicas. Anivaldo Padilha
Terei o maior prazer em somar esforços por essa causa. Comigo pode contar. Alessandro Rodrigues Rocha
Com uma igreja evangélica extremamente sionista, essa iniciativa é de Boas Novas. Vamos caminhar juntos. Hernani Francisco da Silva
Estou interessado sim em sua proposta, isto é, em compartilhar a experiência que tive na Palestina, sobretudo na cidade de Hebron (também Al-Khalil ou Chevron). Também me disponho a contribuir da maneira que puder com a iniciativa de lançar Amigos de Sabeel no Brasil. Gabriel Matyias, voluntário do EAPPI
 
Mais informações:
Site: http://pazjustapalestinaisrael.org
Facebook: facebook.com/paz.justa.palestina.israel
Twitter: @pazjustapaz
Email: pazjustapaz@gmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.