Koinonia premiada

Manoela Vianna

Koinonia foi uma das cinco instituições contempladas com o “Prêmio Iniciativas da Equidade Racial em Saúde” promovido pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD-Brasil). O prêmio foi resultado de uma seleção de propostas de organizações da sociedade civil e de outros movimentos sociais que têm como objetivo geral apoiar ações governamentais do Plano Nacional de Saúde, com diferenciais para a população negra.

Com a iniciativa, o PNUD/Brasil financiará com R$ 35.000,00 cada uma dos cinco projetos selecionados entre março e abril, que terão o prazo de um ano para serem concluídos. O público alvo dos premiados envolve mulheres, homens e jovens negros;  profissionais de saúde e mulheres quilombolas. As ações serão executadas em diversos municípios dos estados da Bahia, Minas Gerais, Pernambuco, Espírito Santo e Amapá.

Prêmio de Koinonia

O programa Saúde e Direitos de Koinonia desenvolverá o projeto “Saúde e Direitos da Mulher Negra e Remanescente de quilombos” nas comunidades localizadas em Conceição da Barra e São Mateus, ambos municípios do ES. A instituição desenvolve trabalhos com os quilombolas dessa região desde 2000, por meio do programa Egbé – Territórios Negros. Os projetos relacionados à saúde e direitos nas comunidades negras rurais do norte do ES começaram em 2004, por meio de oficinas de capacitação de multiplicadoras no tema.

Seminário de lançamento

O PNUD/Brasil pretende que os projetos façam um intercâmbio entre as organizações que atuam no combate às desigualdades raciais em saúde e divulguem para a sociedade as iniciativas bem sucedidas. Por isso realizou, no dia 20 de julho um seminário que reuniu as representantes das propostas premiadas, que apresentaram os projetos e as entidades responsáveis. O evento também possibilitou a elaboração de estratégias comuns e o aprimoramento dos planos de ação de cada projeto.

Conheça os outros projetos premiados:

 

Organização Responsável

Público Alvo

Onde será realizado

Formação de jovens   multiplicadores em saúde da população negra.

Instituto Cultural e Beneficente Steve Biko

Mulheres e homens jovens negros

Salvador (BA)

Mulheres Negras em atenção a sua saúde-cultura e religiosidade

Mulheres em União- Centro de Apoio e Defesa dos Direitos da Mulher

Mulheres negras

Belo Horizonte, Contagem, Santa Luzia, Congonhas e Ouro Preto.Todos em MG.

Promovendo a equidade em saúde no âmbito do Hospital dos servidores Estaduais de PE

Associação Civil de assistência dos servidos do estado de PE

 Profissionais

de 

saúde

              

PE

Saúde e Direito legal-direito de todos

Instituto de Mulheres Negras do Amapá

Mulheres e homens negros e jovens

Comunidades do Torrão do Matapi, Rosa e Campina Grande.Todas do Macapá (AP)

Para saber mais sobre os programas Egbé – Territórios Negros e Saúde e Direitos acesse:

-link do programa Saúde e Direitos na página inicial do site:

https://www.koinonia.org.br/proj_aidsigrejas.asp

-link do programa Egbé – Territórios Negros na página inicial do site:

 https://www.koinonia.org.br/fala_egbe.asp

-link para o boletim Saúde e Direitos:

https://www.koinonia.org.br/principal.asp#

-site do Observatório Quilombola:

www.koinonia.org.br/oq

-e as notícias sobre as ações e publicações:

Aids e Igrejas

Balcão de Direitos

Edição especial do TN

Estréia nova publicação

Saúde e Direitos nos estados

Observatório Quilombola

Mais um número de Territórios Negros

Quilombolas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.