Jornadas reúnem jovens do Sudeste e do Sul do País

Márcia Evangelista

Foi realizada entre os dias 7 e 9 de novembro a 2ª Jornada Ecumênica da Juventude do Sudeste, no Acampamento Clay, em Sacra Família, município de Paulo de Frontin (RJ).

A Jornada reuniu 78 participantes, vindos Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e Bahia, de várias entidades e instituições: Metodistas (RJ e SP), Católicos Romanos (RJ, SP e MG), Assembleianos (RJ e SP), Candomblecistas (RJ e BA), Batistas (RJ e SP), membros do Programa de Formação e Educação Comunitária – Profec (RJ), da Fetag (RJ), KOINONIA, CPT/Campos (RJ), Igreja Presbiteriana Unida da Penha e da Praia (RJ), Cebi (Duque de Caxias e Nova Iguaçu), Quilombolas de Bracuí e Marambaia (RJ), MST/RJ, Juventude do PT/Nova Iguaçu (RJ), Fórum de Juventude (RJ) Pastoral da Juventude (BH e MG) e Igreja Presbiteriana Independente (SP e MG).

A 2º Jornada teve como objetivos principais fortalecer e dar visibilidade à Rede Ecumênica da Juventude Sudeste, ampliá-la, avaliar a caminhada até aqui e constituir uma nova coordenação. Durante o encontro foi eleita a nova Coordenação da Rede Sudeste, com a inclusão de novos jovens, que passam a atuar a partir de 2009.

Os principais encaminhamentos discutidos foram a viabilidade financeira para a organização da Jornada Sudeste 2009 e a participação da Rede Sudeste na Jornada Ecumênica Sul Americana, a ser realizada em 2010.

A programação foi conduzida pela coordenação da Rede e assessorada por facilitadores e pela Equipe Interdisciplinar e convidados, entre eles, Thiago Machado (Clai) e Edna Bernardo (Cebi – Duque de Caxias -RJ), Ester Lisboa (Programa Saúde e Direitos/KOINONIA), Ana Gualberto (Programa Egbé/KOINONIA), Priscila Chagas (Programa TRD/KOINONIA) e Wilson Lopes, da Rede de Juventude São Paulo

Primeira Jornada Ecumênica Sul

Na mesma data, entre 7 e 9, foi realizada a I Jornada Ecumênica Sul, no Recanto da Paz, em Joinville, Santa Catarina.

A Jornada Ecumênica Sul, que contou com 250 participantes vindos dos estados da região sul e de países do Mercosul, teve como tema Diversidade e Convivência.

Durante a Jornada Sul, organizada pelos organismos ecumênicos da região, foi criada a Rede Ecumênica da Juventude do Sul – REJU SUL, com a eleição dos(as) coordenadores(as) para o ano de 2009.

Jorge Atílio, da assessoria de KOINONIA e da Equipe Interdisiciplinar, encaminhou a organização da Rede durante a Jornada.

As Redes Ecumênicas da Juventude pela Promoção dos Direitos Juvenis são uma iniciativa do FE Brasil e buscam reunir jovens representantes de diferentes localidades, movimentos, religiões e entidades, tendo em vista que essa parcela da população sofre inúmeras violações de direitos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.