I Seminário de Fortalecimento das Mulheres Quilombolas no Baixo Sul (BA)

Márcia Evangelista

KOINONIA Presença Ecumênica e Serviço realizou no dia 17 de abril, no município de Camamu, no Baixo Sul da Bahia, o I Seminário de Fortalecimento das Mulheres Quilombolas com o tema Direito das Mulheres.

Foi um dia onde 200 mulheres, aproximadamente, se dedicaram a discussões e confraternização. As discussões foram baseadas nos temas: Combate a Violência Contra a Mulher, conduzido por Tânia Palma, que atua no Centro de Referencia e Atendimento a Mulher Vítima de Violência, em Salvador, e Ouvidora do Ministério Público sobre Violência; Corpo e Sexualidade, conduzido por Márcia Marinho, Doutora em Saúde Pública; Identidade Negra e Quilombola, conduzida por Andrea do Rosário e Marilene Silva, ambas monitoras do Projeto Fortalecimento das Mulheres Quilombolas e lideranças em suas comunidades; e Segurança Alimentar, com Ana Celsa, do SASOP, e Del, da Rede de Mulheres do Baixo Sul e liderança da comunidade Dandara dos Palmares. Estes temas foram abordados na mesa inicial e aprofundados em mini oficinas.

O Seminário contou com a presença de um grande público de adolescentes – cerca de 30 adolescentes, entre 11 e 17 anos- que participaram das oficinas, debates e dos momentos de descontração que o seminário propiciou.

No espaço do seminário foi montada a Feira de Saberes e Sabores, onde as mulheres puderam trazer seus produtos agrícolas, bolos, doces, geléias e artesanatos para venda e exposição. A idéia é que a feira aconteça a cada seminário, incentivando assim o comercio entre elas, a troca de saberes e possibilitando as pessoas da cidade acesso aos produtos vindo direto das comunidades.

O encerramento do dia foi com apresentações culturais de algumas comunidades. Este momento de descontração envolveu todas as mulheres presentes.

O I Seminário é parte do projeto “Apoio ao Fortalecimento Político e Econômico das Mulheres Quilombolas do Baixo Sul da Bahia”, que está sendo desenvolvido desde setembro de 2010, com apoio do MDA (Ministério de Desenvolvimento Agrário) / AEGRE (Assessoria Especial de Gênero Raça e Etnia). Este projeto tem com objetivo fortalecer a participação política e econômica das mulheres quilombolas nos espaços de decisão política e de comercialização, por meio de um intenso processo de formação que reforce sua reflexão sobre: o tipo de desenvolvimento que querem – desenvolvimento com identidade, respeitando a cultura e os valores tradicionais dessas comunidades; a participação das mulheres quilombolas nos espaços de decisão, nos níveis comunitário, municipal e do Território da Cidadania e todo o debate sobre a organização e a representação quilombola nesses espaços; melhor equilíbrio nas relações com os homens nos processos produtivos, especificamente na comercialização e gestão dos negócios; as políticas públicas para mulheres rurais e para quilombolas e os direitos territoriais das Comunidades Remanescentes de Quilombos.

Por Ana Martins Gualberto, assessora do Programa Egbé de KOINONIA

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.