Fateo inaugura Centro de Memória Metodista

Márcia Evangelista

No dia 2 de setembro, a Faculdade de Teologia da Universidade Metodista de São Paulo (Fateo/Umesp) inaugura o Centro de Memória Metodista, cujo objetivo é a preservação e divulgação da memória documental metodista e protestante em todo o país. Ao Centro de Memória caberá a gestão do Arquivo Geral da Igreja Metodista, Arquivo Histórico da Faculdade de Teologia e do IMS (Instituto Metodista de Ensino Superior), Museu e Projeto Digital (Biblioteca e Documentação Digital do Protestantismo Brasileiro, entre outras atividades).

Há um ano, no dia 23 de setembro, foi lançado oficialmente o projeto, com um cronograma para sua organização e inauguração. Fiel ao cronograma, no dia 2 de setembro será aberto o Centro de Memória com uma cerimônia realizada às 16 horas no local de seu funcionamento: o Edifício Alfa, no campus Rudge Ramos.

Construído para abrigar a Faculdade de Teologia em 1942, o Edifício Alfa foi a primeira construção destinada a um curso superior na cidade de São Bernardo do Campo. Por isso, ele mesmo tem imenso valor histórico: foi tombado como Patrimônio Histórico pelo Município e pelo Estado. Agora abriga outros tesouros, como uma Bíblia de Lutero do século 16, além de inúmeros livros e objetos que contam a história do protestantismo no Brasil.

O presidente de KOINONIA Presença Ecumênica e Serviço e coordenador do Centro de Memória Metodista, Paulo Ayres Mattos, destacou em matéria publicada no jornal Diário do Grande ABC (09/10/2009), que o acervo atenderá não apenas a estudos da presença metodista no Brasil. Também será um centro de referência do protestantismo brasileiro. Ele desenvolverá três áreas de trabalho: 1) Arquivo Histórico do Metodismo Brasileiro, da UMESP e Fateo, e também de outras manifestações do protestantismo brasileiro, e do município de São Bernardo; 2) Museu Histórico do Metodismo, da UMESP e da Fateo; 3) Serviço de Digitalização, que desenvolverá a digitalização não só de documentos e literatura históricos, mas também a formação da biblioteca digital da UMESP e da Fateo. Paulo Ayres, Bispo Emérito da Igreja Metodista do Brasil, fez questão de agradecer a todas as pessoas que tornaram possível a concretização de um sonho acalentado desde 2006, quando ele retornou de uma temporada de estudos na Drew University, dos Estados Unidos, que hospeda um rico acervo da história do movimento wesleyano.

Serviço:

Inauguração do Centro de Memória Metodista

Dia e hora: 02 de setembro, às 16 horas

Local: Edifício Alfa, campus Rudge Ramos. Entrada pela rua Alfeu Tavares, 149. Bairro: Rudge Ramos, São Bernardo do Campo, São Paulo.

 

Com informações da Fateo e Diário do Grande ABC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.