Eclesiocom 2010

Márcia Evangelista

IV Conferência Brasileira de Comunicação Eclesial

Tema central: Comunicação, igrejas e política no Brasil. Ecos do período eleitoral 2010

19 de agosto de 2010 – das 8h30 às 17h

Campus Rudge Ramos da Universidade Metodista de São Paulo

São Bernardo do Campo (SP)

 

Apresentação

Uma das marcas da conjuntura religiosa no Brasil nas últimas décadas é a intensa presença de líderes religiosos, e de igrejas, nos espaços políticos formais: partidos políticos; cargos da administração municipal, estadual e federal;  cargos dos parlamentos também nestes três níveis. Práticas que até bem pouco tempo eram repudiadas nos espaços eclesiásticos, sob o lema Igreja não se mete em política, passam a fazer parte da vida de grupos cristãos.

Nos espaços católico-romanos, o movimento das comunidades eclesiais de base, ainda em tempos de ditadura militar, motivado pelos princípios da Teologia da Libertação, já rompia com este preceito, e estimulava ações e opções políticas bem concretas. O Movimento Fé e Política foi fruto deste momento.

O ano de 1986 torna-se paradigmático para os evangélicos, quando, após as eleições para o Congresso Nacional, que seria Constituinte, formou-se o grupo que ficou conhecido como Bancada Evangélica, cuja atuação, eticamente colocada em dúvida, gerou críticas no interior de diferentes famílias confessionais, mas estabeleceu uma espécie de identidade na participação de grupos religiosos, em especial, dos evangélicos, na política nacional. Movimentos em reação como o Movimento Evangélico Progressista, surgem para se contrapor a esta tendência e articular políticos e candidatos a políticos evangélicos que buscavam posturas éticas coerentes com o seu comprometimento cristão.

Fato é que a presença cristã na política nacional é e uma realidade, a ponto de os evangélicos terem apresentado em 2002 e 2006 um candidato a presidente da República com identidade religiosa, o ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho.

É neste contexto que se destaca o papel da comunicação religiosa, e, particularmente, das mídias cristas, cuja existência, em especial entre os evangélicos, muito se deve a trocas políticas e lobbies por concessões. As mídias religiosas acabam se tornando em períodos eleitorais, veículos de doutrinação que vão além do religioso para o político, disseminando a opção ou a própria campanha de seus líderes.

A Eclesiocom 2010, a propósito do ano eleitoral para cargos majoritários no Brasil, quer oferecer uma contribuição com esta reflexão relevante para quem se interessa pela relação igrejas-comunicação e com os estudos e pesquisas que a ela se vinculam, buscando levantar um histórico da conjunção igrejas-mídia-política no País e identificar as atuais tendências para 2010. Para isso realizará a Conferência Comunicação, igrejas e política no Brasil. Ecos do período eleitoral 2010 com a participação de estudiosos e analistas do tema. Espaço estará aberto para a apresentação de trabalhos relacionados a esta temática e  também a outros dentro do campo de estudos da comunicação e da religião.

Profa. Dra. Magali Cunha

Comissão organizadora

 

Programação

19 de agosto de 2010 – das 8h30 às 17h

9h – Abertura

Márcio de Morais (Reitor da Universidade Metodista de São Paulo)

José Marques de Melo (diretor-Titular da Cátedra Unesco)

Paulo Rogério Tarsitano (diretor da Fac)

Rui de Souza Josgrilberg (diretor Fateo)

Magali Cunha (coordenadora do Evento)

Reverendo Luiz Eduardo Prates Silva – Pastoral Universitária e Escolar da Metodista

9h30 – Conferência Central

Comunicação, igrejas e políticas no Brasil.
Ecos do período eleitoral 2010

Coordenação: Magali do Nascimento Cunha (Pós-Com/Cátedra Unesco/Metodista/FATEO)

Conferencista: Dr. Paul Charles Freston.

Natural da Inglaterra, é doutor em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas, tendo sido graduado pela Cambridge University em História e Antropologia Social. Atualmente é Distinguished Senior Research Fellow e Diretor do Programa de Estudos da Religião na América Latina, Institute for Studies of Religion, Baylor University. É também professor colaborador dos Programas de Pós-Graduação em Ciências Sociais e em Sociologia da Universidade Federal de São Carlos, e Investigador Colaborador no Centro de Estudos de Migração e Minorias Étnicas, da Universidade Nova de Lisboa, Portugal. Suas pesquisas estão concentradas no campo da Sociologia da Religião, Política e Globalização.  Autor das obras: Evangelical Christianity and Democracy in Latin America (org.). Nova Iorque: Oxford University Press, 2008 ; Evangelicals and Politics in Asia, Africa and Latin America. Cambridge: Cambridge University Press, 2006; Religião e Política, sim; Igreja e Estado, não. Os evangélicos e a participação política. Viçosa: Ultimato, 2006; Evangélicos na política brasileira: História ambígua e desafio ético. Curitiba: Encontrão, 1994.

Comentarista: Dr. Adolpho Carlos Françoso de Queiroz

11h – 11h30 – Intervalo para café

11h30 – 12h30 – Debate

12h30 – 14h30 – Intervalo para almoço

14h30 – 16h30 – Grupos de Trabalho – Apresentação de Comunicações

Coordenação: Magali Cunha (Pós-Com/Cátedra Unesco/Metodista/FATEO)

15h30 – Intervalo para café

16h30 – 17h – Reunião para articulação da consolidação da Rede e do Eclesiocom 2011

17h – Encerramento

Inscrições e informações para participação

www.metodista.br ou por e-mail: eclesiocom@metodista.br

 

Chamada de trabalhos – até 02 de agosto de 2010

Os Grupos Temáticos acolhem propostas de trabalhos em dois níveis: Comunicações Científicas: graduados em cursos de nível superior, estudantes de cursos de pós-graduação ou pós-graduados – mestres e doutores ou Relatos de Iniciação Científica: estudantes dos cursos de graduação do campo de Comunicação Social ou de áreas conexas. Os trabalhos inscritos devem focalizar objetos sobre a relação entre Comunicação e Religião, em especial no cenário brasileiro contemporâneo, a partir dos campos da Comunicação Social e das Ciências Humanas (História, Ciências Sociais, Antropologia), seja utilizando metodologias de um campo específico ou de maneira transdisciplina. Sugerimos a apresentação de trabalhos que privilegiem o tema central do evento: Comunicação, igrejas e políticas no Brasil. Ecos do período eleitoral 2010, mas os grupos temáticos estarão abertos a contribuições específicas de pesquisas, estudos e relatos de práticas, concluídos ou em desenvolvimento.

Calendário

Envio dos Trabalhos para participação nos GT’s: até 02 de agosto de 2010. Serão aceitos exclusivamente os trabalhos cujos autores tenham feito a inscrição no Eclesiocom 2010. Na ausência desse requisito, o trabalho deixará de ser incluído no programa, bem como nos anais do evento.

O trabalho deve conter: Título: em negrito, fonte Times New Roman, 14, alinhamento esquerda. Autor(es): último sobrenome em maiúsculas, titulação ou graduação, identificação da instituição e unidade de federação. Resumo: 10 a 15 linhas, com até cinco palavras-chave. Texto: alinhamento justificado, fonte Times New Roman, tamanho 12, espaço entrelinhas de 1,5, margem superior/inferior e esquerda/direita 3 cm, de 10 a 15 páginas, incluindo bibliografia. Os resumos e os textos completos devem ser enviados para o e-mail: eclesiocom@metodista.br, em arquivo anexo. Os autores devem aguardar resposta de confirmação de recebimento, para evitar problemas de extravio. Na ausência de resposta imediata recomenda-se fazer nova remessa.

Divulgação do aceite: Os aceites serão enviados pelos organizadores conforme forem sendo avaliados, até a data limite de 10 de agosto de 2010.

Inscrições: com apresentação de trabalho – até 02 de agosto de 2010

                    sem apresentação de trabalho – até 16 de agosto de 2010

 

Coordenação Geral

José Marques de Melo (Cátedra Unesco/Metodista)

Magali Nascimento Cunha (Pós-Com/Cátedra Unesco/Metodista/FATEO)

Coordenação Científica

Maria Cristina Gobbi (Cátedra Unesco/Metodista)

Apoio Operacional a coordenação

Demétrio Henrique Galdino Soares (Faculdade de Teologia da Igreja Metodista)

Rônia Barbosa (Assistente Acadêmica da Cátedra Unesco)

Realização

Cátedra Unesco/Metodista de Comunicação

Promoção

Universidade Metodista de São Paulo

FAC – Faculdade de Comunicação

Apoio

Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social

FATEO – Faculdade de Teologia

FaTeo – Comunicação e Relações Institucionais

Rua do Sacramento, 230 – Rudge Ramos

09640-000 – São Bernardo do Campo – SP

Tel. (11) 4366-5983

 

Fonte: FaTeo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.