Direitos Negados

Manoela Vianna

O Unicef (Fundo das Nações Unidas para Infância) lançou, em agosto, a publicação Direitos Negados – A Violência contra a Criança e o Adolescente no Brasil, uma compilação de artigos sobre as diversas formas de violência sofridas por crianças brasileiras.

 

Segundo os organizadores da publicação, um dos objetivos do livro é falar da violência contra crianças sem utilizar a prática “denunciatória ou espetaculosa” que reforça o aumento acelerado das taxas de mortalidade sem discutir saídas ou propostas para o seu enfrentamento.

 

O livro insere-se no contexto internacional de elaboração do Estudo Mundial do Secretário-Geral das Nações Unidas sobre a Violência contra a Criança, no qual países e continentes  apresentam realidades  sobre a violência. Os autores dos artigos são  profissionais brasileiros da academia, de institutos de pesquisas, de agências internacionais e de centros de defesa. Entre eles está Jorge Atílio Iulianelli, coordenador do programa Trabalhadores Rurais e Direitos de Koinonia. Atílio é autor  do artigo ‘Crianças e jovens: as principais vítimas’. Este texto mostra que “o trabalho na agricultura e em cultivo ilícito, exploração sexual e violência doméstica afetam de forma dramática crianças e adolescentes das áreas rurais. 

 

Participaram da produção reunidas na produção do livro as instituições : Anced, Andi, Cecria, Cesec, Claves/Fiocruz, Coav/Viva Rio, Ilanud, Koinonia, Lacri, Nev, Observatório de Favelas, Save the Children Suécia, Unesco e Unicef. 

 

As ilustrações, fotos e imagens de ‘Direitos Negados – A Violência contra a Criança e o Adolescente no Brasil’ foram produzidas por crianças que estavam naquele momento sofrendo algum tipo de violência.

 

Para adquirir o livro é preciso entrar em contato com a Unicef:

 

Unicef
Rachel Mello – oficial de comunicação
e-mail:
rmello@unicef.org
tel: (61) 3035-1947

Helena Oliveira Silva – oficial de projetos
hosilva@unicef.org

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.