Declaração: KOINONIA apoia a comissão da verdade

KOINONIA -Presença Ecumênica e Serviço

 Foto: Coro Luther King durante o Ato Ecumênico em Memória dos Mortos e Desaparecidos em São Paulo

 

KOINONIA – Presença Ecumênica e Serviço vem a público manifestar o seu apoio à decisão da Comissão Nacional da Verdade (CNV), anunciada no dia 8 de novembro, de apurar o papel das igrejas no período da ditadura militar no Brasil.

A Comissão Nacional da Verdade investigará, até janeiro de 2014, as violações de direitos humanos ocorridas entre 1946 e 1988, especialmente durante a ditadura que vigorou de 1964 a 1985. Acreditamos que para alcançar esse objetivo é necessário que se investigue a participação dos setores das igrejas e de religiosos  que apoiaram e colaboraram com o regime militar e que se dê destaque também para aqueles que resistiram e se mobilizaram na luta pela democracia.

KOINONIA é uma entidade ecumênica de serviço, compostas por pessoas de diferentes tradições religiosas, que buscam espaços democráticos, garantia da justiça e dos direitos humanos. Assim, estamos dispostos a colaborar com a Comissão. O associado de KOINONIA Anivaldo Padilha faz parte da coordenação do grupo de trabalho encarregado da investigação do papel das igrejas. Os assessores de KOINONIA Atílio Iulianelli e Zwinglio Dias também fazem parte do grupo além de outros pesquisadores ligados ao movimento ecumênico.

Buscamos não a vingança, mas a justa responsabilização dos que cometeram crimes contra os Direitos Humanos durante a ditadura. Buscamos defender a vida e evitar que coisas terríveis como aquelas nunca mais tornem a acontecer.

 

Leia mais em: 

São Paulo em Ato Ecumênico em memória dos mortos e desaparecidos da ditadura militar

Rio de Janeiro: ato pela memória

O pedido de perdão do Estado Brasileiro à Anivaldo Padilha

São Paulo: Ato Ecumênico em Memória dos Mortos e Desaparecidos

Declarações de parceiros de KOINONIA:

Declaração de apoio da CESE à comissão nacional da verdade

Declaração de apoio do CONIC à Comissão Nacional da Verdade

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.