Curso de espiritualidade ecumênica em Mombitaba, Taizé, com os Saletinos

Carolina Maciel

Em continuidade ao processo de formação ecumênica desenvolvido por KOINONIA – Presença Ecumênica e Serviço foi realizada uma nova turma de Espiritualidade Ecumênica. O desafio desta edição estava vinculado a comungar a experiência com a Comunidade Ecumênica de Taizé, em Mombitaba, numa articulação fraterna com a Congregação dos Missionários de N. S. da Salette.

 

 

O curso de espiritualidade ecumênica favorece ao reconhecimento das situações de intolerância religiosa existentes nas comunidades dos participantes, assim como as iniciativas de ecumenismo libertador. Estas leituras são realizadas por meio de uma conversa‑orante sobre a história do ecumenismo, com ênfase nas experiências nacionais e uma leitura do campo religioso brasileiro. 

Participaram 32 pessoas, especialmente das comunidades de Alagoinhas (BA), na sua maioria romano‑católicos, também havia participantes do Candomblé e Batistas. Durante esses dias refletiu-se sobre a intolerância religiosa, o campo religioso brasileiro, a história e a prática do ecumenismo no mundo e no Brasil, e a teologia ecumênica das religiões. Partimos das experiências dos participantes, ouvindo seus relatos de vivência de intolerância religiosa sofrida na pele; assim como suas experiências de ecumenismo libertador, da qual elas têm sido protagonistas.

 

 

Notamos que o sonho da reconciliação da família humana é um desejo para ser efetivado nas nossas práticas do dia-a-dia. Cada participante, bem como os assessores, também alimentados com as práticas orantes de Taizé, sentiram-se fortalecidos como sujeitos de direito e do ecumenismo libertador. Um elemento fundamental dessa experiência é a abertura à outra, ao outro, na sua diferença, e na verdade plena da experiência religiosa de cada uma e de cada um. O diálogo interreligioso foi afirmado como uma dimensão do ecumenismo, um elemento necessário na construção de uma sociedade mais democrática, participativa, inclusiva e de maior igualdade.

 

Com informações Jorge Atílio assessor de KOINONIA, coordenador dos programas EDF e TRD

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.