CONIC tem nova diretoria

Márcia Evangelista

O Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil (Conic) tem novo presidente, o bispo católico da Diocese de Chapecó, Manoel João Francisco, 65 anos. A eleição ocorreu na sexta-feira, 11, na XIV Assembleia Geral do organismo ecumênico nacional, para o período 2011 a 2015.

A abertura do encontro teve um momento de demonstração de humildade e comunhão. O presidente da Comissão Episcopal Pastoral para o Ecumenismo e o Diálogo Inter-Religioso da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom José Alberto Moura, pediu perdão, em nome da Igreja Católica, à Igreja Episcopal Anglicana no Brasil por conta do episódio do empréstimo da catedral romana de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, para a sagração do cônego Francisco de Assis Silva, bispo eleito pelos anglicanos para liderar a diocese local.

Grupo de católicos tradicionalistas pressionou o bispo da Diocese de Santa Maria a retirar a cessão da catedral aos anglicanos. “Aquela nunca foi a posição oficial da igreja”, salientou dom José Moura.

Ao final da devocional, o cônego anglicano pediu a palavra e acolheu o pedido de perdão do bispo católico, selando, assim, um dos momentos mais expressivos da atmosfera de cordialidade e compromisso que marcou o primeiro dia da assembleia. Delegados e delegadas foram divididos, de acordo com suas denominações, para avaliar o trabalho do Conic nos últimos anos, de onde partiram reflexões sobre o cenário ecumênico brasileiro e propostas de novas ações.

A reverenda Cacilene Nobre, da Igreja Presbiteriana Unida (IPU), destacou que o Conic tem uma boa expressão, mas pode melhorar. “Precisamos trabalhar mais intensamente na defesa dos Direitos Humanos. Sonhamos com um conselho de igrejas que lute incessantemente pelos direitos das mulheres”, afirmou.

A presbítera Elinete Wanderley Paes Miller, também da IPU, afirmou que o momento do Conic reflete a dinâmica das igrejas. Elas “estão se fechando cada vez mais”, analisou, por isso é preciso “ampliar o exercício do diálogo, para que o Conselho não se restrinja a relações institucionais, mas esteja vivo no cotidiano de nossas comunidades.”

Vão acompanhar dom Manoel na diretoria do Conic o primeiro vice-presidente, bispo Francisco de Assis da Silva, da Igreja Episcopal, a segunda vice-presidente, a presbítera Elinete Wanderley Paes Miller, da Igreja Presbiteriana Unida, a secretária, Dra. Zulmira Ines Lourena Gomes da Costa, da Igreja Ortodoxa, e o tesoureiro, pastor sinodal Altermir Labes, da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil.

O Conselho Fiscal está constituído pelo pastor luterano Marcos Ebeling, monsenhor Hélio Pacheco Filho, e o anglicano Fabiano Nunes. O Conic reúne-se em assembleia a cada dois anos.

 

Por Marcelo Schneider

Informações e foto: ALC

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.