Comunicado sobre a situação na irmã República do Paraguai

Carolina Maciel

Igreja Evangélica do Rio da Prata

www.iglesiaevangelica.org

 
Buenos Aires, 25 de junho de 2012.
 
 
Que ninguém fique feliz porque Fernando Lugo foi removido!
 
A demissão de Fernando Lugo foi uma obra-prima do engenho político de um setor social paraguaio ligado as mais altas esferas do poder econômico. Formal e legalmente correta e, ainda que com evidentes erros processuais, moralmente corrupta do início ao fim.
 
Que ninguém se engane, sobre o sangue derramado de Kuruguaty, não se constrói um novo governo.
 
Teria sido bom se o Congresso tivesse criado uma comissão independente de inquérito para apurar responsabilidades e encontrar os culpados.
 
Que ninguém imagine que tempos de paz se dão porque se protege a propriedade privada.
 
Em seu primeiro discurso, o novo Presidente prometeu o que todos prometem ao assumir, uma reforma agrária com plenas garantias. É a centésima vez que se promete a mesma coisa. Vocês acreditam nisso? Que ninguém imagine que os agricultores tenham acreditado. Continuarão a reivindicar terras na vã esperança de voltar ao Paraguai mítico do pequeno agricultor.
 
Que ninguém fique feliz com a mão pesada que paira no horizonte. Essa mão está acostumada a esbofetear até a morte e o seu único proprietário é a ambição por poder e dinheiro.
 
Com estas breves reflexões da Igreja Evangélica do Rio da Prata se deseja expressar a consternação e a preocupação pelo que seus irmãos e irmãs do Paraguai estão vivendo. Insta a Comissão de Igrejas para Ajudas de Emergência (CIPAE) a promover uma investigação independente do confronto em Kuruguaty; convida as organizações de agricultores, especialmente a ASAGRAPA, para continuar sua luta pacífica para a recuperação de terras usurpadas por latifundiários entrincheirados no poder a décadas.
 
Estamos solidários com as famílias dos mortos no Kuruguaty e comprometemos nossas vozes para tornar claras as responsabilidades dos executores e também dos mandantes.
 
Nós também convidamos aos nossos irmãos e irmãs da Igreja Evangélica do Rio da Prata para testemunhar uma mensagem de paz, vida, justiça e verdade em uma sociedade que perdeu o seu caminho.
 
Nós exortamos para que não sejam cúmplices e não se calem diante da injustiça, da prepotência e da mentira feita instituição.
 
_____________________________________________________________________
Essa é a própria Palavra de Deus que julga a situação atual do Paraguai:
 
 “Ai dos que ajuntam casa a casa, dos que acrescentam campo a campo, até que não haja mais lugar, de modo que habitem sós no meio da terra!
A meus ouvidos disse o Todo-Poderoso: Em verdade que muitas casas ficarão desertas, e até casas grandes e lindas sem moradores. E dez jeiras de vinha darão apenas um bato, e um hômer de semente não dará mais do que uma efa.
Ai dos que se levantam cedo para correrem atrás da bebida forte e continuam até a noite, até que o vinho os esquente! Têm harpas e alaúdes, tamboris e pífanos, e vinho nos seus banquetes; porém não olham para a obra do Senhor, nem consideram as obras das mãos dele. Portanto o meu povo é levado cativo, por falta de entendimento; e os seus nobres estão morrendo de fome, e a sua multidão está seca de sede.
Por isso o Seol aumentou o seu apetite, e abriu a sua boca desmesuradamente; e para lá descem a glória deles, a sua multidão, a sua pompa, e os que entre eles se exultam.
O homem se abate, e o varão se humilha, e os olhos dos altivos se abaixam.
Mas o Senhor dos exércitos é exaltado pelo juízo, e Deus, o Santo, é santificado em justiça. Então os cordeiros pastarão como em seus pastos; e nos campos desertos se apascentarão cevados e cabritos.
Ai dos que puxam a iniqüidade com cordas de falsidade, e o pecado como com tirantes de carros! E dizem: Apresse-se Deus, avie a sua obra, para que a vejamos; e aproxime-se e venha o propósito do Santo de Israel, para que o conheçamos.
Ai dos que ao mal chamam bem, e ao bem mal; que põem as trevas por luz, e a luz por trevas, e o amargo por doce, e o doce por amargo!
Ai dos que são sábios a seus próprios olhos, e astutos em seu próprio conceito!
Ai dos que são poderosos para beber vinho, e valentes para misturar bebida forte; dos que justificam o ímpio por peitas, e ao inocente lhe tiram o seu direito!
Pelo que, como a língua de fogo consome o restolho, e a palha se desfaz na chama assim a raiz deles será como podridão, e a sua flor se esvaecerá como pó; porque rejeitaram a lei do Senhor dos exércitos, e desprezaram a palavra do santo de Israel.
Isaías 5, 8 – 24
 
e
 
“Mas vós não aprendestes assim a Cristo, se é que o tendes ouvido, e nele fostes ensinados, como está a verdade em Jesus, que, quanto ao trato passado, vos despojeis do velho homem, que se corrompe pelas concupiscências do engano. E vos renoveis no espírito da vossa mente; e vos revistais do novo homem, que segundo Deus é criado em verdadeira justiça e santidade”.
 
Efésios 4, 20-24
 
 
Oramos com você para que Deus abençoe esta linda terra do Paraguai dando-lhe vida, paz e esperança em meio à tempestade que lhe foi imposta viver. A Ele seja toda a glória, agora e para sempre. Amém.
 
 
Pastor Charles A. Duarte
Igreja Evangélica do Rio da Prata, presidente.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.