Capacitação de comunidades de terreiros

Manoela Vianna

No dia 10 de março, representantes de 15 Terreiros se reuniram em Salvador (BA) para apresentação do projeto de capacitação e planejamento das primeiras oficinas, que começarão em abril.

As oficinas buscam apoiar a profissionalização das pessoas das Casas e das comunidades da qual fazem parte. Além disso, propiciarão o intercâmbio entre as Casas e vão possibilitar a recuperação e valorização de saberes que estão sendo esquecidos.

Durante a reunião, ficou decidido que serão promovidas oficinas voltadas para diversos temas, entre eles: culinária baiana; manicure; corte e costura; artesanato e bijouterias; danças; percussão; intolerância religiosa; direitos; saúde e direitos; trançados africanos.

As oficinas fazem parte do Projeto “Capacitação e apoio ao desenvolvimento de Comunidades Negras Tradicionais no Brasil” promovido por KOINONIA com recursos da União Européia e de outras entidades. Esse projeto tem como público alvo quinze Terreiros de Candomblé, localizados em Salvador, e quatro comunidades negras litorâneas, localizadas nos municípios de  Itacaré, Cairú e Nilo Peçanha (BA).

Saiba mais sobre o projeto “Capacitação e apoio ao desenvolvimento de Comunidades Negras Tradicionais no Brasil” lendo a notícia KOINONIA e União Européia

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.