Ato ecumênico e protesto: homenagem às vitimas do acidente com o bonde de Santa Teresa

Manoela Vianna

No sábado, 25 de agosto, os assessores de KOINONIA Marilia Schüller e Jorge Atílio Iulianelli participaram de um ato ecumênico emhomenagem às vítimas do acidente com o bonde de Santa Teresa, bairro do centro do Rio, e em protesto à demora do estado para restabelecer o sistema de bondes na área. 

O acidente que aconteceu há um ano matou cinco pessoas, inclusive o motorneiro Nelson da Silva, e deixou 50 feridos. Cerca de 150 pessoas estiveram presentes, entre moradores, representantes da Associação de Moradores e Amigos de Santa Teresa (AMAST), membros da comissão de Combate à Intolerância Religiosa, representantes das igrejas anglicanas e Luterana, do Budismo, Candomblé e Hare Krishna.

A liturgia foi conduzida pelos reverendos Luiz Caetano Teixeira e Daniel Rangel Cabral Junior  e contou com o monge Prema Dasa que representou a comunidade Hare Krishna, o monge Antonio Rocha, da Comunidade Budista, o babalorixá Ivanir dos Santos, do Candomblé, e o pastor Antonio Carlos Ribeiro, da Comunidade Evangélica de Confissão Luterana do Rio de Janeiro.

As homenagens às vítimas e os protestos continuaram durante o fim de semana com uma missa na Igreja Matriz de Santa Teresa, um protesto na praia de Ipanema, um ato no Largo dos Guimarães, a inauguração de uma placa no Largo do Curvelo e com a entrega de documentos referentes ao caso para o Ministério Público.   
 
Mais informações sobre o caso no site da AMAST
Saiba como apoiar o movimento pelos bondes de Santa Teresa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.