AL – Curso de Agentes Culturais Jovens no território da Bacia Leiteira

Márcia Evangelista

Nos dia 29 e 30 de outubro de 2010, foi realizado o primeiro módulo do Curso de Agentes Culturais Jovens no território da Bacia Leiteira Alagoana, com a participação de 46 jovens, homens e mulheres, com faixa etária de 15 a 30 anos de idade. Os municípios representados no encontro foram Pão de Açúcar, Palestina, Olho D’Água das Flores, Monteirópolis e Jacaré dos Homens. O curso contou com o apoio financeiro adquirido através de um projeto da câmara temática de juventude do território da Bacia Leiteira de Alagoas.

No primeiro dia de curso, foi discutido sobre a identidade dos jovens no contexto de territorialidade, construindo, a partir desta conversa, um painel com o perfil das juventudes de cada município, além de identificar também as organizações de juventudes existente no território da Bacia Leiteira de Alagoas.

No segundo dia o debate foi sobre temáticas transversais, a partir de oficinas com os seguintes temas: Cultura; Políticas Públicas para a Juventude – PPJ; Etnia e Geração; Gênero e Esporte e Lazer. As oficinas foram facilitadas pelos jovens voluntários do Núcleo de Desenvolvimento Comunitário – Nudec e jovens do Sindicato de Trabalhadoras e Trabalhadores Rurais (STTR) de Pão de Açúcar e da Federação dos Trabalhadores na Agricultura – FETAG /AL.

Ao final, foram selecionados 10 jovens para participar do Comitê de Juventude do Colegiado Territorial da Bacia Leiteira Alagoana. 

Cartilha de Formação de Agentes Culturais Jovens Rurais

No ano de 2009, KOINONIA – em parceria com a Escola de Formação Quilombo dos Palmares (Equip), o Pólo Sindical dos Trabalhadores do Submédio São Francisco PE/BA e Cooperativa de Pequenos Produtores de Bancos Comunitários de Sementes (Coopabacs) – editou a cartilha “Curso de Formação de Agentes Culturais Jovens Rurais”. A cartilha é composta por três capítulos, que correspondem aos três módulos do curso. No primeiro, temos a discussão sobre processo de planejamento de ações culturais. No segundo capítulo, temos a discussão sobre a construção da ação por meio de um planejamento que pode ser bem monitorado. Finalmente, o terceiro capítulo, trata dos processos de avaliação de uma ação cultural, que implica na necessária socialização dos resultados das mesmas. Foram incluídos ainda alguns materiais que podem auxiliar na reflexão e na realização sobre/das ações culturais.

A cartilha é uma produção de KOINONIA Presença Ecumênica e Serviço e Programa Trabalhadores Rurais e Direitos.

Para fazer download da Cartilha em PDF, clique aqui

Para fazer download dos Anexos da Cartilha em PDF, clique aqui

 

JUVENTUDES NO COMITÊ SOCIALIZANDO O SABER

Os jovens de Alagoas

Da Bacia Leiteira em especial

Encontram-se dialogando

Sobre o colegiado territorial

Para juntos rearticularem

O Comitê da Juventude Setorial

 

Com iniciativa do NUDEC

Entidade responsável

Que ajuda a juventude

Descobrir e assumir

Sua verdadeira identidade

Ajudando muitos jovens, do campo e da cidade

 

O sindicato de Pão de Açúcar

Também de grande expressão

Ajudou o NUDEC

Nessa importante missão

Para juntos atingir

O objetivo desta ação

Temos Também KOINONIA

Que não cansa de nos ajudar

Promovendo ou apoioando

A formação popular

 

Não podemos esquecer do grande MDA

Que nos últimos 8 anos não parou de nos ajudar

Espero que e analisemos e votemos

Na melhor proposta que há

Pois assim continuaremos

A democracia popular

 

Articulando todo o povo

Nos colegiados territoriais

Dando oportunidade a mulheres

E a juventude cada vez mais

Para assim usufruir

Dos benefícios estatais

 

Esse é mais um encontro

Para formar lideranças juvenil

Pois apostamos na formação

Como instrumento de libertação

Para as juventudes desta nação

Para juntos afirmarmos

Nossos direitos de cidadão

 

Por isso é muito importante

A troca de informação

Para criarmos estratégia

Inserção e participação

No comitê de juventude

Do colegiado territorial

E trazermos projetos

Para o bem comum social

 

Contamos também com a participação

De duas figuras especiais

Elas são do médio sertão

Território nosso vizinho

Mas isso diferença não faz

Pois somos todos jovens

Em busca de cidadania e paz

 

As discussões foram boas

A juventude aprendeu

Gostou e se fortaleceu

Agora é só participar

Para juntos construir

Um Brasil mais popular

 

Por isso juventudes

Da bacia leiteira e do médio sertão

Não vamos parar por aqui

Vamos promover militância

E mostrar para o Brasil

Que os jovens têm importância

 

Para finalizar

Trago uma ótima idéia

De participarmos dos territórios

Lutando por nossos ideais

E mostrando que com coletividade

A democracia se faz.

 

Por Oscar Alan Gomes dos Santos

Impoeiras, Pão de Açúcar – AL, 30 de outubro de 2010

 

Veja o vídeo produzido no encontro acessando: http://palavradejovemrural.blogspot.com/

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.