2° Festival da juventude

Manoela Vianna

De 6 a 8 de janeiro o Centro de Convenções de Recife (PE) sediou o 2° Festival da Juventude que envolveu cerca de 46.000 pessoas, segundo os organizadores. Durante o evento, promovido pelo governo de Pernambuco, foram realizadas diversas atividades, entre elas treze shows, nove apresentações de dança, dez exibições de filmes, seis peças de teatro, 24 debates e 54 oficinas.

No último dia do festival, o Programa Trabalhadores Rurais e Direitos, representado por Jorge Atílio Iulianneli, participou de um debate com o tema ‘As várias faces da Violência’. KOINONIA apresentou os resultados da pesquisa Ações Juvenis para a Superação da Violência na região do Submédio São Francisco, realizada em parceria com a Cese (Coordenadoria Ecumênica de Serviço).

Junto com o TRD estavam presentes no debate Defe Yure, coordenador de Mediação de Conflitos Urbanos da ong Viva Rio, e Edísio Ferreira Júnior, professor da Universidade Federal da Paraíba e pesquisador do Grupo de Juventudes da universidade. Defe Yure apresentou o trabalho de mediador de conflitos em comunidades do Rio de Janeiro, principalmente no município de Queimados. O professor Edísio Ferreira expôs a pesquisa que desenvolveu, utilizando casos de Pernambuco, sobre como a mídia estereotipiza as vítimas da violência.

Saiba mais em www.festivaldajuventude.pe.gov.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.