Campanha “O Amor Lança Fora Todo Medo”

Cartaz "O Amor Lança Fora Todo o Medo" horizontalA campanha “O Amor Lança Fora Todo Medo”, contra todas as formas de discriminação, nasceu da participação de religiosos e religiosas na Parada Gay de São Paulo, em 2011. O lema que intitula a ação é inspirado numa passagem bíblica, mas busca reunir religiosos de diferentes tradições para promover o respeito às diversidades. Pode participar qualquer entidade ou pessoa engajada na luta por uma sociedade mais justa e, portanto, livre das discriminações, sejam elas de gênero, orientação sexual, raça ou credo.
 
A partir de 2013, a ênfase da campanha foi o enfrentamento à violência contra a mulher, a partir de atividades de produção de conhecimento, disseminação de informações e promoção de debates sobre o tema.
 
Os materiais de divulgação produzidos por KOINONIA estão disponíveis para o uso das pessoas e instituições que desejarem aderir.
 
Carta de Princípios
 
A Campanha “O amor lança fora todo medo” é realizada por religiosas e religiosos e tem como objetivo principal enfrentar todas as formas de intolerâncias, promovendo a defesa dos direitos humanos e a redução da discriminação.           
 
Os princípios contidos nesta carta estabelecem parâmetros de adesão, e oferecem orientações para a expansão e consolidação da campanha:
 
1) É uma mobilização que se define por uma ação: ampla, geral e irrestrita, que visa alertar as pessoas contra todas as formas de intolerância e promover o respeito às diversidades sexual, de gênero, étnico-racial, geracional, religiosa, entre outras. A adesão implica na liberdade de promover ações e eventos contra a intolerância em quaisquer de suas dimensões, valendo-se das marcas e símbolos da campanha. Portanto é possível a divulgação conjunta com diferentes logomarcas e imagens;
 
2- É um espaço para o aprofundamento da reflexão, o debate democrático de ideias, a formulação de propostas, a troca livre de experiências e a articulação para ações eficazes. Nesse sentido, a adesão possibilita a produção de conhecimentos e a divulgação de produtos próprios vinculados à Campanha, bem como a ampliação de articulações com vistas à ação;
           
3- A campanha estimula o conhecimento e o reconhecimento mútuo das entidades e movimentos que dela participam.  Portanto, todas as pessoas, organizações e movimentos signatários dessa Carta de Princípios, logo da Campanha, têm o compromisso de compartilhar entre si todas as iniciativas, promoções que realizarem em prol da ação;
 
4- Deve atuar em ações que respeitem os direitos humanos universais, bem como a proteção do meio ambiente, da justiça social, da igualdade e da soberania dos povos. Em conformidade com este princípio, toda e qualquer atividade anti-ética e/ou ilegal e/ou violadora dos direitos humanos implicará em desligamento de qualquer signatário/a da Campanha, com imediata informação a todas as pessoas, organizações e movimentos signatários;
 
5- Como espaço de articulação, procura fortalecer e criar novas mobilizações nacionais e internacionais entre entidades e movimentos da sociedade, que aumentem a capacidade de resistência social não violenta ao processo de desumanização que o mundo está vivendo. Todas as dimensões nacionais e internacionais desenvolvidas para colaborar com a ação serão bem-vindas, garantidos nas mesmas, todos os princípios anteriores;
 
6- Não possui fins lucrativos, às organizações interessadas não será cobrada nenhuma forma de contribuição financeira. A adesão não implica em qualquer contribuição financeira das signatárias. Quaisquer captações de recursos em prol da ação podem ser feitas pelas signatárias desta carta, desde que para uso exclusivo para a ação da Campanha, e de acordo com a legislação brasileira para ações sem fins lucrativos;

7- As organizações e indivíduos participantes não estão autorizados a exprimir, qualquer decisão, declaração ou propostas de ação em nome de quaisquer das signatárias desta Carta de Princípios, ou seja, signatárias da Campanha.
 
Materiais de campanha
 
Cartaz Violência Contra as Mulheres (Eduardo Galeano)
Cartaz Violência Contra as Mulheres (Eduardo Galeano)
Cartaz "Lembre-se de Amar"
Cartaz “Lembre-se de Amar”
Cartaz Violência Contra as Mulheres (Ivone Gebara)
Cartaz Violência Contra as Mulheres (Ivone Gebara)

Cartaz Culpabilização da Vítima
Cartaz Culpabilização da Vítima
Cartaz Estatuto do Nascituro II
Cartaz Estatuto do Nascituro II
Cartaz Estatuto do Nascituro (Maria José Rosado)
Cartaz Estatuto do Nascituro (Maria José Rosado

Cartaz Religiosos Contra a Violência de Gênero (Walter Altmann)
Cartaz Religiosos Contra a Violência de Gênero (Walter Altmann)
Cartaz 50 mil mulheres são estupradas no Brasil
Cartaz 50 mil mulheres são estupradas no Brasil
Cartaz Disque 180
Cartaz Disque 180

Cartaz Disque 180 II
Cartaz Disque 180 II
Selo Religiosos Contra Todas as Formas de Intolerância
Selo Religiosos Contra Todas as Formas de Intolerância
Cartaz "O Amor Lança Fora Todo o Medo" horizontal
Cartaz “O Amor Lança Fora Todo o Medo” horizontal