O Amor Lança Fora Todo o Medo

campanha_amor_logo“O Amor lança fora todo medo” é uma campanha pública de religiosos e religiosas contra todas as formas de intolerância, co-promovida por KOINONIA Presença Ecumênica e Serviço.

Em tempos de crescentes obstáculos à efetivação dos direitos humanos, com fundamentalistas religiosos ocupando representações políticas oficiais, tornam-se mais que oportunas ações que conclamam a sociedade a dizer sim à liberdade e à justiça.

Esta campanha teve origem num grupo de religiosos que participavam da Parada do Orgulho Gay, de 2011, em São Paulo. Com o lema “O amor lança fora todo medo” líderes de diferentes tradições religiosas uniram-se, pela primeira vez, a quatro milhões de pessoas contra a homofobia, manifestando que a prática da fé não deve excluir o respeito à diversidade.

Hoje a campanha tem se colocado radicalmente em favor da liberdade, contra qualquer forma de discriminação. Portanto, passamos a lutar também contra a intolerância religiosa, que persegue adeptos de diversas religiões – principalmente as de matriz africana – e contra o racismo.

Traduzimos nossos ideais em ações de denúncia, produção de conhecimento, disseminação de informações e promoção de debates. Cremos que é preciso impulsionar cada vez mais uma cultura de direitos para que as intolerâncias sejam superadas.

A partir de 2013, a campanha tem se dedicado ao tema do enfrentamento à violência contra a mulher. Queremos um mundo livre de agressões contra as mulheres, tanto físicas quanto psicológicas.

“O Amor lança fora todo medo” é uma campanha aberta. As formas de participação são inúmeras e alimentam-se da criatividade para multiplicar as forças na luta pela transformação. Convidamos instituições, movimentos e pessoas a assinarem a Carta de Princípios da campanha, passando assim a fazer parte da ação.

Faça a sua adesão à carta de princípios abaixo e escolha o seu foco de ação pública!

 


 

Carta de Princípios

A Campanha “O amor lança fora todo medo” é promovida por religiosas e religiosos e tem como objetivo principal alertar e denunciar todas as formas de intolerâncias, promovendo a defesa dos direitos humanos e a redução dos índices de discriminação, preconceito e estigmas.

A partir da adesão individual, como instituição ou como movimento social, a campanha torna-se uma plataforma de promoção e defesa de direitos para tod@s. Os princípios contidos nesta carta estabelecem parâmetros de adesão, contribuem para o êxito das ações, definem orientações para a expansão e consolidação da Campanha.

1. É uma mobilização que se define por uma ação: ampla, geral e irrestrita, que visa alertar as pessoas contra todas as formas de intolerância e promover o respeito às diversidades sexual, de gênero, étnico-racial, geracional, religiosa, entre outras. A adesão implica na liberdade de promover ações e eventos contra a intolerância em quaisquer de suas dimensões, valendo-se das marcas e símbolos da Campanha. Portanto é possível a divulgação conjunta com diferentes logomarcas e imagens;

2. É um espaço para o aprofundamento da reflexão, o debate democrático de ideias, a formulação de propostas, a troca livre de experiências e a articulação para ações eficazes. Nesse sentido, a adesão possibilita a produção de conhecimentos e a divulgação de produtos próprios vinculados à Campanha, bem como a ampliação de articulações com vistas à ação;

3. A campanha estimula o conhecimento e o reconhecimento mútuo das entidades e movimentos que dela participam.  Portanto, todas as pessoas, organizações e movimentos signatários dessa Carta de Princípios, logo da Campanha, têm o compromisso de compartilhar entre si todas as iniciativas, promoções que realizarem em prol da ação;

4. Deve atuar em ações que respeitem os direitos humanos universais, bem como a proteção do meio ambiente, da justiça social, da igualdade e da soberania dos povos. Em conformidade com este princípio, toda e qualquer atividade anti-ética e/ou ilegal e/ou violadora dos direitos humanos implicará em desligamento de qualquer signatário/a da Campanha, com imediata informação a todas as pessoas, organizações e movimentos signatários;

5. Como espaço de articulação, procura fortalecer e criar novas mobilizações nacionais e internacionais entre entidades e movimentos da sociedade, que aumentem a capacidade de resistência social não violenta ao processo de desumanização que o mundo está vivendo. Todas as dimensões nacionais e internacionais desenvolvidas para colaborar com a ação serão bem-vindas, garantidos nas mesmas, todos os princípios anteriores;

6. Não possui fins lucrativos, às organizações interessadas não será cobrada nenhuma forma de contribuição financeira. A adesão não implica em qualquer contribuição financeira das signatárias. Quaisquer captações de recursos em prol da ação podem ser feitas pelas signatárias desta carta, desde que para uso exclusivo para a ação da Campanha, e de acordo com a legislação brasileira para ações sem fins lucrativos;

7. As organizações e indivíduos participantes não estão autorizados a exprimir, qualquer decisão, declaração ou propostas de ação em nome de quaisquer das signatárias desta Carta de Princípios, ou seja, signatárias da Campanha.

A sua assinatura individual ou como instituição ou movimento desta carta é a sua adesão à Campanha. Convidamos organizações e pessoas que assinem estes princípios e divulguem a Campanha em seus veículos de comunicação.

Incentivamos a promoção de ações de produção de conhecimento sobre o tema e espaços de debates, conectados ao princípio de combate às intolerâncias.

Os materiais de divulgação produzidos por KOINONIA e publicados no site e nas redes sociais estão gratuitamente disponíveis para o uso.


Clique aqui para baixar as peças da campanha

Outras Peças da Campanha

campanha_amor_logo Seta Maria da Penha Marcha das Mulheres importante dizer campanha_amor_logo2 Acreditarmos copy 529843_530119850361348_1778211686_n 72488_535710636468936_232086504_n 29001_532667120106621_783983664_n ultimo banner fb



Vídeos