Beneficiárias do Transcidadania e KOINONIA levam demandas da população T para secretária de Direitos Humanos e Cidadania de São Paulo

FOTOS: Natália Blanco
FOTOS: Natália Blanco



Natália Banco

Nesta quinta feira, 2 de fevereiro, KOINONIA e um grupo de beneficiárias do programa Transcidadania participaram de uma reunião com a nova secretária de Direitos Humanos e Cidadania de São Paulo, Patrícia Bezerra e o secretário adjunto, Thiago Amparo.  Patrícia, além de assumir a pasta da nova gestão, também é vereadora e psicóloga.

 Marcele Gatti, Lohanny Brandao, Demily Nóbrega e Rose Mary, obtiveram ótimas notas no ENEM e vão usá-las para avançar suas escolaridades, e no encontro, levaram para o debate os desafios vividos no que se refere a inclusão e visibilidade eficaz da população T.

visita_transcidadania_secretaria_1Rose destacou para a secretária falou sobre a importância do acolhimento da sociedade para com homens e mulheres transexuais. “Se eu tivesse um acolhimento aqui em São Paulo, logo quando cheguei, muitas coisas teriam sido melhores para mim. Graças a Deus e à minha formação de caráter eu consegui não me envolver em situações que pudessem que deixar vulnerável, mas sei que para muitas outras meninas, a história acaba sendo diferente”.

As meninas também relataram as dificuldades de inserção de pessoas transgêneras no mercado de trabalho, que buscam uma autonomia como meio de driblar os preconceitos e a discriminação, fatos que impossibilitam essa população a alcançar seus objetivos, e deixando-as em situações de vulnerabilidade.

Para Demily, “foi um encontro muito especial para nós, transexuais, pois além de termos a oportunidade de sermos ouvidas, nos sentimos acolhidas por alguém que ocupa um carga importante na administração pública, que se dispôs a saber de nossas histórias e a trabalhar pela população T”.

Patrícia acolheu prontamente todas as sugestões e demandas levadas pelas meninas, e se comprometeu com as demandas apresentadas, e ressaltou também a importância da capacitação dos órgãos públicos para receber de forma correta homens e mulheres transexuais e travestis.